conecte-se conosco


Policia Federal

PF prende suspeito de roubos ocorridos em Palmas/TO

Publicado

Palmas/TO – A Polícia Federal localizou e prendeu, em Miracema do Tocantins, um homem, de 21 anos, apontado como um dos autores de roubos à residência, chácara e estabelecimento comercial, bem como de veículos, mediante grave ameaça exercida com arma de fogo e violência contra as vítimas, ocorridos em Palmas, entre dezembro de 2018 e abril deste ano.

O indivíduo preso nesta quarta-feira (16/10) foi condenado por furto qualificado, praticado em setembro de 2016, em Miracema do Tocantins, além de ter sido preso em flagrante pela Polícia Civil por posse ilegal de armas de fogo e munições, em junho de 2018, na zona rural da capital.

Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva, expedidos pela 1ª e 3ª Varas Criminais da capital.

Após o exame de corpo de delito cautelar, será recolhido na Casa de Prisão Provisória de Palmas, onde ficará à disposição da Justiça.

 

Comunicação Social – Polícia Federal em Tocantins
E-mail: [email protected]
Fones: (63) 3236-5440

Veja Também:  Polícia Federal e PRF apreendem caminhão com cerca de 200 quilos de cocaína em Caxias do Sul

Fonte: Polícia Federal
publicidade

Policia Federal

Operação Chicago investiga irregularidades em torneio de tiro em clube

Publicado


.

Vila Velha/ES – A Polícia Federal prestou apoio em ação de fiscalização do Exército Brasileiro, neste domingo (31/5), na localidade de Córrego do Café, município de Águia Branca. No local, seria realizado torneio de tiro em clube e estande de tiro não autorizado pelo Exército.

A operação contou com a participação de oito policiais federais e onze militares do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados do 38º Batalhão de Infantaria do Exército Brasileiro.

                      

ENTENDA O CASO

O Exército Brasileiro é responsável por autorizar e fiscalizar clubes e estandes de tiro, bem como lojas de venda de armas de fogo e de munições. Esse controle tem o objetivo principal de garantir que as normas de segurança do local sejam cumpridas, além da verificação de idoneidade dos seus proprietários.

No local, foram confirmadas as irregularidades da realização do torneio, bem como a venda de munições. Verificou-se que o dono do local é um lojista autorizado de Vila Velha que não possui autorização para funcionar em Águia Branca. Este indivíduo foi preso em flagrante juntamente com o organizador do torneio, por comércio ilegal de munições, crime previsto no artigo 17 da Lei 10826, com pena máxima de reclusão de seis anos. Também responderão administrativamente junto ao Exército.

Veja Também:  Operação Chicago investiga irregularidades em torneio de tiro em clube

A legislação exige autorização concedida pelo Exército para cada segmento ligado à atividade de armamento e tiro. A autorização deste empresário se limitava ao comércio de armas e de munições na sua loja de Vila Velha. Ele não possuía qualquer autorização de funcionamento de clube ou estande de tiro, tampouco de comércio de munições em Águia Branca.

Também foram presos em flagrante dois indivíduos portando ilegalmente arma de fogo, crime previsto no artigo 14 da Lei 10.826, com pena máxima de reclusão de quatro anos.

Ainda foi verificada a presença de Instrutor de Armamento e Tiro no local, cuja atuação será investigada em procedimento próprio.

Pela Polícia Federal, foram apreendidos uma pistola calibre .380, um revólver calibre .357 e outro revólver calibre .38, e mais de cinco mil munições de diversos calibres (.22, .38, .380, .40 e 12).

O Exército Brasileiro autuou administrativamente sete atiradores e apreendeu onze  armas de fogo, o que poderá ensejar no perdimento do armamento e cassação de seu Certificado de Registro por estar praticando tiro em clube ilegal, vez que um atirador deve estar filiado a clube ou estande de tiro autorizado, sendo sua obrigação verificar a regularidade do local.

Veja Também:  PF apreende diversos cartões bancários e máquinas de cartão

Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo
Telefone: (27) 3041-8051/8029, (27) 9.9245-5616

Continue lendo

Policia Federal

PF apreende diversos cartões bancários e máquinas de cartão

Publicado


.

Belo Horizonte/MG – Nesta segunda-feira (1/6), a Polícia Federal apreendeu diversos cartões bancários, máquinas para pagamento com cartão e substância assemelhada a maconha.

Durante fiscalização sobre o tráfico de drogas, no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins/MG, a Polícia Federal identificou um viajante, cujo localizador de passagem aérea estava vinculado a três malas, embora cada uma estivesse registrada em nome de um passageiro diferente. O homem, de 28 anos, natural de São Paulo, vendedor autônomo, com registro criminal por furto qualificado, alegou que a mala que lhe pertencia estava identificada como de outrem e que a relacionada a seu nome não lhe pertencia, além de dizer desconhecer os outros dois passageiros, que não foram encontrados.

Com a abertura das bagagens, a Polícia Federal apreendeu cerca de 60 cartões bancários em nome de pessoas diversas, quatro máquinas para pagamento com cartão e pequena quantidade de substância assemelhada a maconha. O aparelho celular do homem também foi apreendido para ser periciado.

O homem foi levado até a sede da Polícia Federal em Belo Horizonte, onde prestou esclarecimentos e assinou Termo Circunstanciado de Ocorrência, por incursão no artigo 28 da Lei nº 11.343/06, comprometendo-se a comparecer em Juízo. As investigações terão continuidade.

Veja Também:  Policiais realizam apreensão de carro e 37 caixas de cigarros paraguaios

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem, preservando o estado democrático de direito.

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais
[email protected] | www.pf.gov.br
Contato: (31) 3330-5270

Continue lendo

Policia Federal

PF combate fraude em saques do auxílio emergencial no Rio de Janeiro

Publicado


.

Rio de Janeiro/RJ – Nesta segunda-feira (1/6), policiais federais prenderam em flagrante um homem, de 23 anos, no momento em que tentava sacar benefícios do auxílio emergencial do Governo em nome de outras pessoas. O flagrante ocorreu na agência da CEF – Caixa Econômica Federal – localizada no Jardim Sulacap, bairro da Zona Oeste do município do Rio de Janeiro.

Com o preso, os policiais apreenderam uma lista com nomes e dados de pessoas que seriam vítimas da fraude. A dinâmica do saque consistia na utilização do aplicativo da CEF com geração de senhas via QR Code.

O homem informou aos policiais que obteve os dados de qualificação das vítimas por ocasião de seu trabalho em uma ONG – Organização Não Governamental – que prestava serviço para a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos no PAM de Irajá/RJ, onde tinha acesso ao sistema do CRAS (Conselho Regional de Assistência Social).

Policiais Federais, com o apoio do Núcleo de Inteligência da CEF, monitoram ação de fraudadores desde o pagamento da 1ª parcela do auxílio.

Veja Também:  OPERAÇÃO HÓRUS - Polícia apreende 2 caminhões com carregamento de 600 caixas de cigarros paraguaios

O preso foi conduzido à Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante por tentativa de estelionato, com sua pena aumentada, conforme previsto no parágrafo 3º do artigo 171 do Código Penal. A pena para o crime pode chegar a 5 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

Contato: (21) 2203-4404/ 2203-4405 / 2203-4406

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana