conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil desarticula principal organização criminosa atuante em roubos de defensivos agrícolas no Estado

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagrou nesta quinta-feira (12.12), a operação “Fim da Linha”, com objetivo de dar cumprimento a 16 ordens judiciais contra a principal organização criminosa especializada em roubos de defensivos agrícolas no Estado.

Os mandados são cumpridos em 06 municípios do Estado de Mato Grosso, Cuiabá, Primavera do Leste, Poxoréu, Sinop, Sorriso e Lucas do Rio Verde. Seis pessoas alvos de mandados de prisão já foram presas, e o cumprimento das buscas continua em andamento.

Entre os presos estão, Fernando Serrando de Souza, conhecido como “Gordão”, Moisés Sales da Silva, o “Magrão”, Reinald Sthephanio Arouca de Moura, o “Rinodê”, Márcio Vieira Dias, conhecido como “Mineiro”, José Carlos Oliveira Duarte, o “Perninha” e Bruna Almeida Silva.

Outros dois integrantes do grupo, identificados como, Johne Ribeiro da Silva, o “John-John” e Cassiano de Lima Camargo, conhecido como “Cara de Arraia”, morreram durante confronto com a Polícia, no mês de outubro, ocasião em que um policial também ficou ferido.

As investigações iniciaram há cerca de um ano, conseguindo desarticular a principal organização criminosa especializada em roubos de defensivos agrícolas no estado de Mato Grosso. Durante os trabalhos, foram identificados os 08  principais integrantes do grupo criminoso responsável por pelo menos 11 roubos realizados no período de um ano.

Veja Também:  Suspeito é preso pouco após incendiar casa de namorada em São Félix do Araguaia

Por meio de ações de inteligência e análise de dados, a GCCO conseguiu mapear e identificar 11 fazendas situadas em diversos municípios, as quais foram vítimas do mesmo grupo criminoso. De acordo com o delegado, Frederico Murta, que conduziu as investigações, em todos os fatos investigados os criminosos atuavam sempre da mesma maneira.

“Cerca de 10 indivíduos fortemente armados e com uso de coletes balísticos, rendiam e amarravam os moradores e funcionários das fazendas, cortando ainda todo tipo de comunicação. Valendo de muita violência e graves ameaças às vítimas que permaneciam amarradas por horas”, explicou o delegado.

Após a ação criminosa, os suspeitos fugiam do local levando todo o estoque de defensivos agrícolas, veículos, armas e outros pertences das vítimas.

Ao longo das investigações realizadas pela GCCO, foram realizadas várias prisões em flagrante e, além das cargas recuperadas foram apreendidas 06 armas de fogo, um colete balístico e vários veículos pertencentes à organização criminosa.  

O grupo criminoso foi responsável pelo roubo ocorrido no mês de outubro em Lucas do Rio Verde. Na ocasião, após realizarem um roubo, os criminosos reagiram a uma ação policial no município de Lucas do Rio Verde, no momento em que faziam o transbordo da carga roubada.

Veja Também:  Tarado é preso após masturbar e ejacular em frente a empresa em Rondonópolis

No momento da abordagem, houve um confronto entre os criminosos e policiais da GCCO, culminando com um policial ferido e dois criminosos mortos. Na ação, foi recuperada uma carga avaliada em mais de R$ 1 milhão, que havia sido roubada de uma das fazendas dois dias antes.

Para o delegado geral, Mario Dermeval Aravéchia de Resende, a operação demonstra que a Polícia Judiciária Civil está empenhada no combate ao roubo de defensivos agrícolas.

“A desarticulação da organização criminosa apontada como principal atuante em roubos de defensivos no Estado demonstra que a Polícia Civil está aprimorando e fortalecendo as ações de combate a roubos, furtos e contrabandos de agrotóxico em Mato Grosso”, destacou Mario Resende.

A operação contou com o apoio das delegacias de Sinop, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Primavera do Leste e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

 

Fonte: PJC MT
publicidade

Economia

Residencial Padre Lothar l Cooperativa Sicoob realiza ação junto à comunidade visando aproximação com a população.

Publicado

Na manhã deste sábado (25), a cooperativa de crédito Sicoob Rondonópolis, realizou uma ação no Residencial Padre Lothar com o objetivo de interagir com a população da região bem como apresentar produtos e serviços oferecidos pela instituição, colaboradores da cooperativa puderam passar informações aos comerciantes da região bem como aos moradores que ali compareceram, acerca dos serviços oferecidos falando ainda sobre o sistema de associados, depoimentos de colaboradores com história de sucesso e crescimento profissional e pessoal também foi destaque na palestra, bem como um dos mais importantes depoimentos vindo de um dos cooperados e empresário da região, Eduardo Augusto, proprietário da Sucesso material de construção e principal articulador da ação do Sicoob na região. A cooperativa através de sua assessoria informou que dentro em breve estará instalando uma agência na região que deverá ter como endereço a Avenida Rio Branca no Jardim tropical. Estiveram presentes na ação além de comerciantes da região, lideranças comunitárias dos bairros adjacentes, e vários populares.

Veja Também:  Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá

Continue lendo

Policial

Tarado é preso após masturbar e ejacular em frente a empresa em Rondonópolis

Publicado

Foto: Arquivo pessoal

Um homem foi preso na tarde desta sexta-feira (24), após ele ser flagrado e fotografado se masturbando em frente a uma empresa na Vila Aurora, em Rondonópolis.

De acordo com informações iniciais, o suspeito se aproximou da empresa em uma motocicleta e a estacionou.

Foto: Arquivo pessoal

Logo após isso, o homem se aproximou da entrada, tirou o pênis para fora da calça e começou a se masturbar. Apesar dos pedidos para parar, o suspeito continuou e chegou a ejacular.

Os funcionários conseguiram fotografar a ação do homem e acionaram a Polícia Militar.

Com as informações, os policiais localizaram e prenderam o homem, que foi encaminhado à delegacia de polícia para as devidas providências.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão de último alvo da operação Hydrus
Continue lendo

Mato Grosso

Em redes sociais, digital influencer ”Carla Bora” mostra hematomas e acusa namorado em Cuiabá

Publicado

Reprodução

A digital influencer Carla Reis, conhecida como “Carla Bora”, conhecida pelo bordão “bora? Bora tomar uma?”, que viralizou o Brasil no ano de 2016, usou sua página no Instagram para denunciar um caso de violência doméstica. Carla é de Várzea Grande.

Na madrugada desta sexta-feira, ela postou stories informando que foi agredida pelo namorado, um empresário do ramo de construção civil. “Carla Bora” relata que já realizou a denúncia para as autoridades policiais. Na sua página, contudo, não relatou como ocorreram as agressões, mas mostrou hematomas no braço.

A digital influencer ainda pede que as mulheres tenha coragem para denunciar, “mesmo quando ama”. Carla faz os relatos nos stories e não aparece de corpo inteiro como de costume. Nos vídeos, mostra apenas parte de seu rosto.

Além das fotos e dos vídeos, “Carla Bora” mostra uma suposta mensagem de seu namorado lhe pedindo desculpa e prometendo um noivado para reatar o relacionamento. “É difícil sair de um relacionamento ainda mais quando AMA, mas precisamos nos AMAR em primeiro lugar”, diz a postagem.

Antes de revelar o ocorrido na rede social, Carla ainda fez uma postagem de um folder que descreve e explica como a mulher pode identificar os sinais de um relacionamento abusivo.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre buscas e apreende armas e munições em Araputanga

Na manhã desta sexta-feira (24), Carla postou um foto desejando “bom dia” a seus seguidores.

Recentemente, no mundo das celebridades e famosos, muitas mulheres tem tomado coragem para denunciar namorados e maridos que também tem status e fama. Essas ações tem dado um apoio para casos que ocorrem corriqueiramente.

Tocador de vídeo

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana