conecte-se conosco


Policial

Policiais da Derf de Várzea Grande recebem elogio por elucidação de latrocínio de motorista de aplicativo

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O trabalho de investigação realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG), que esclareceu o latrocínio que vitimou um motorista de aplicativo, na segunda quinzena de março, motivou a concessão de elogio formal da Câmara Municipal de Cuiabá. A ação desarticulou uma associação criminosa atuante em roubos de veículos, levando a prisão cinco pessoas envolvidas no crime.

A moção de elogio de iniciativa do vereador da Capital Abílio Brunini foi entregue na quinta-feira (11.04), na Câmara de Vereadores de Cuiabá, em reconhecimento a dedicação e empenho dos policiais civis da Derf-VG na elucidação do crime que vitimou o motorista de aplicativo, Anderson Marcelo Lopes Caldeira, 28 anos.

O roubo seguido de morte (latrocínio) ocorreu no dia 20 de março, por volta das 10h30, no lixão do bairro Serra Dourada, em Várzea Grande. Quatro homens e uma mulher, integrantes de uma organização criminosa que atua em roubos de veículos na Grande Cuiabá, foram presos em flagrante em investigações ininterruptas realizadas pela equipe da Derf de Várzea Grande.

Veja Também:  Polícia Civil cumpre prisão de autor de violência doméstica que continuava ameaçar vítima

A época dos fatos, a delegada titular da Derf de Várzea Grande, Elaine Fernandes, disse que três dos suspeitos presos são considerados de altíssima periculosidade, e agiam a mando de lideranças de uma facção criminosa, estando envolvidos em diversos roubos de veículos ocorridos naquele período. “Os levantamentos efetuados atestam que, os integrantes conduzidos atuam na prática de  roubos de veículos para encaminhar para a Bolívia a fim de trocar por drogas”, disse .

O chefe de operações da Derf-VG, Renato Barros, disse que o elogio revela o sentimento de dever cumprido dentro de uma investigação complexa que exigiu o empenho de toda a equipe.

“É uma felicidade receber o reconhecimento por uma investigação intensa de praticamente três dias ininterruptos e que teve início praticamente sem nenhuma pista. Foi um trabalho bem-feito que agregou todas as categorias, investigadores, escrivães e delegados, que mesmo sabendo que não poderiam trazer a vítima de volta, fizeram o possível para elucidar o caso e amenizar a dor da família”, disse.

 

 

Fonte: PJC MT
Veja Também:  Polícia Civil prende grupo criminoso envolvidos em roubos em Barra do Bugres
publicidade

Policial

Polícia Civil prende homem que tentava aplicar golpe com cheque fraudado em Sorriso

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante um homem, na manhã desta quinta-feira (04.06), que tentava aplicar um golpe em uma casa comercial na cidade. O suspeito, de 26 anos, foi autuado em flagrante por estelionato.

O preso também é investigado pela Polícia Civil de Sorriso por envolvimento em um crime de homicídio.

As diligências iniciaram logo que os policiais civis receberam informações que um homem estaria em um estabelecimento comercial no bairro Jardim Europa, tentando aplicar um golpe usando o um modo de ação já conhecido pela polícia. 

Para praticar o crime, o suspeito se mostrava interessado em efetuar uma compra de um valor expressivo pagando com um cheque falso. Na sequência a vítima volta troco com um cheque bom de sua empresa e o criminoso rapidamente repassa o cheque angariando lucro em dinheiro concretizando assim o golpe.

Com o suspeito foi apreendido um cheque no valor de R$ 5,3 mil, o qual ele disse ter adquirido pelo valor de R$ 300 de um terceiro. Diante dos fatos, o suspeito que é investigado em outro inquérito policial foi conduzido para Delegacia de Sorriso, onde foi interrogado e autuado em flagrante por estelionato.

Veja Também:  Drogas tiradas de circulação e suspeito detidos

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre prisão de autor de violência doméstica que continuava ameaçar vítima

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem investigado por crimes de violência doméstica e familiar foi preso pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, nesta quinta-feira (04.06). A ação foi realizada para cumprimento de mandado de prisão preventiva, decretada pela Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. 

As investigações iniciaram no dia 18 de maio, após a vítima procurar a Polícia Civil e relatar as graves ameaças de morte que vinha sofrendo por parte do ex-companheiro. Segundo a comunicante, o suspeito não respeitava as restrições das medidas protetiva impostas pela Justiça e sempre perturbava sua tranquilidade.

O agressor foi preso em flagrante no dia 24 de abril, porém depois de ser solto passou novamente a transgredir contra a vítima, encaminhando constantes mensagens com teores de ameaça, contra a ex-companheira, dizendo que a vítima estava no corredor da morte e ainda sofreria um “salve” que seria aplicado por uma organização criminosa.

Como prova foram apresentados áudios e mensagens que comprovaram as informações. Para garantir efetividade às medidas protetivas, e com intuito de evitar um possível feminicídio, a a delegada Mariell Antonini representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, que foi deferido pela Justiça.

Veja Também:  Polícia Civil prende grupo criminoso envolvidos em roubos em Barra do Bugres

Diante da ordem judicial, os policiais da Delegacia Especializada em Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande conseguiram localizar e prender o suspeito nesta quinta-feira (04), o qual foi encaminhado para uma unidade prisional à disposição do Poder Judiciário.  

De acordo com a delegada que coordenou as investigações, Mariell Antonini Dias Viana, mesmo em período de pandemia a Polícia Judiciária Civil continua trabalhando firmemente com intuito de prevenir e apurar delitos.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende no Pará pai e filho envolvidos em homicídio em Santa Terezinha

Publicado


.

Assessoria /Polícia Civil-MT

Pai e filho envolvidos em um crime de homicídio ocorrido em Santa Terezinha (1.312 km a nordeste de Cuiabá) foram presos em um trabalho conjunto de investigação realizado pela Polícia Civil de Mato Grosso e do Pará. Segundo as investigações, o pai atuou como mandante e o filho como executor do crime, sendo os suspeitos autuados pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

As diligências iniciaram na manhã de terça-feira (02.06) após a Delegacia de Santa Terezinha ser acionada para atender uma ocorrência homicídio, na Gleba Carlos Pellissioli, próximo à divisa de Mato Grosso com o Pará. 

Segundo as informações, na noite anterior, segunda-feira (01.06), um homem jovem, magro e alto chegou à residência da vítima em uma motocicleta broz e disse ter ido entregar uma parte do dinheiro que seu pai devia e que depois traria o restante. Quando a vítima se aproximou, foi surpreendida com dois tiros, um na região do tórax e outro na boca.

Após presenciar o ocorrido, a companheira da vítima fugiu pela porta dos fundos e se escondeu na vegetação próxima, enquanto era procurada pelo rapaz. Após andar por horas dentro da mata densa e fechada da região, a mulher chegou a uma casa onde pediu socorro.

Veja Também:  Força Tática encontra 12 tabletes de maconha enterradas nas margens de córrego em Cuiabá

A testemunha relatou que seu marido tinha um dinheiro a receber e cobrou a dívida de uma pessoa que mora em Santana do Araguaia, no Estado do Pará. Com base nas informações colhidas os policiais civis deslocaram-se até a cidade de Santana do Araguaia (PA) com intuito de identificar os autores do homicídio.

Em diligências em Santana do Araguaia a equipe foi até a Delegacia de Polícia da cidade, onde foram recebidos pelo delegado Diego Máximo, que junto de sua equipe contribuiu com as investigações para esclarecer o crime.

Durante o trabalho integrado, foi possível identificar o primeiro envolvido apontado como o mandante do homicídio. Na sequência conseguiram identificar o executor, como o filho do primeiro suspeito. Pai e filho foram localizados, presos e conduzidos para Delegacia de Vila Rica, responsável pelo município de Santa Terezinha, onde foram interrogados pelo delegado Luiz Felipe Nascimento de Leoni.

Segundo levantado, o pai já foi condenado por outro homicídio sob as mesmas circunstâncias. Nesta outra situação, a vítima, ex-mulher do suspeito, com quem tinha quatro filhos foi morta a facadas em razão de ter lhe cobrado uma dívida.

Veja Também:  Drogas tiradas de circulação e suspeito detidos

Diante das evidências, pai e filho foram autuados em flagrante pelo crime de homicídio qualificado, pelo motivo fútil pela utilização de meio que tornou impossível a defesa da vítima. Após a confecção dos autos a Polícia Civil representou pela prisão em flagrante em prisão preventiva dos acusados, deferido pela Justiça.

O delegado de polícia de Vila Rica e Santa Terezinha, Luiz Felipe Nascimento de Leoni, destacou o empenho e dedicação dos profissionais em solucionar o crime. 

“A ação que resultou nas prisões é resultado de um brilhante trabalho realizado pelos policiais civis da Delegacia de Santa Terezinha, mesmo estando em apenas dois investigadores não mediram esforços para capturar os autores deste crime hediondo”, parabenizou o delegado.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana