conecte-se conosco


Esportes

Pouco inspirado, Brasil perde por 1 a 0 para o Peru em amistoso nos EUA

Publicado

Lance

Brasil perde para o Peru em amistoso nos EUA arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press

Brasil perde para o Peru em amistoso nos EUA

De dar sono. O Brasil entrou em campo na madrugada desta quarta-feira e foi derrotado pelo Peru por 1 a 0 – gol de Abram, no fim. As seleções duelaram em Los Angeles, nos Estados Unidos, em um jogo bem fraco tecnicamente – muito pela falta de disposição dos jogadores de ambos os lados, até por não terem iniciado o amistoso com suas forças máximas. Foi apenas a quinta vitória dos peruanos sobre os brasileiros na história, por sinal. Time de Tite ficou devendo.

Leia também: CR7 faz quatro e Portugal atropela Lituânia pelas eliminatórias da Eurocopa

Vale destacar, inclusive, que este amistoso foi o reencontro de Brasil e Peru após a final da Copa América – conquistada pelos brasileiros. A seleção brasileira volta a campo ainda neste ano para mais amistosos em Datas Fifa. Estão programados dois para outubro, entre os dias 7 e 15, e dois para novembro, entre 11 e 19. Os adversários e locais destas quatro partidas antes do fim de 2019 ainda não foram confirmados pela Confederação Brasileira de Futebol.

EFEITO HORÁRIO?
O jogo começou à 0h no horário de Brasília. Tudo bem que na hora local, em Los Angeles (EUA), são quatro a menos, mas os jogadores do Brasil e do Peru entraram em campo dormindo, com pouca disposição e criatividade no meio de campo. Talvez o horário não seja forte como argumento para os desempenhos aquém do esperado… Tanto que na parte inicial do primeiro tempo, pouca efetividade pode ser vista. Os peruanos chegaram a tentar com Tapia, enquanto os brasileiros foram ao ataque com David Neres – após jogada louvável de Roberto Firmino, com Advíncula evitando no momento exato.

Veja Também:  Fla de Jesus e Gabigol estabelece marcas com título da Recopa

DESPERTADOR FUNCIONA
Na segunda parte do primeiro tempo, os jogadores enfim despertaram e passaram a buscar a bola, alternando a movimentação ofensiva e com a criação funcionando – mesmo que aos poucos. Aos 23, o Peru quase abriu o marcador com Advíncula, mas Ederson caiu bem para fazer a defesa. No lance seguinte, Richarlison tabelou com Firmino e mandou forte, com a bola tirando tinta da trave. Até o intervalo, apenas uma outra chance merece ser destacada – aos 43, com Richarlison novamente, obrigando Gallese a espalmar para fora. A etapa inicial acabou empatada sem gols.

MELHORA COM NEYMAR
Depois de um time alternativo no primeiro tempo, sem Neymar , Tite colocou a estrela do Brasil em campo na etapa final. Existiu uma melhora nítida na formação e qualidade da Seleção, apesar da falta de efetividade seguir prejudicando na hora da chegada ao gol. Allan arriscou aos quatro, Philippe Coutinho aos oito, David Neres aos 17… Com Neymar aos 19, em um bom contra-ataque… Richarlison ainda tentaria na metade do segundo tempo, mas mesmo com esta melhora com a entrada de Neymar, não estava sendo o suficiente. E pagaria caro pouco tempo depois…

Veja Também:  Coronavírus faz Japão cancelar evento-teste de judô paralímpico

‘REVANCHE’ PERDIDA
Com o desenrolar do amistoso, chegando aos minutos finais, o Peru, que perdeu a final da Copa América deste ano justamente para o Brasil, passou a ser mais efetivo no ataque, aproveitando alguns espaços deixados pelos comandados de Tite, considerando-se como uma “revanche” para eles – que acabaram se dando a melhor. Aos 39 minutos, após cobrança de falta de Yotún, Abram subiu mais alto, em falha de Militão e Ederson, para fazer o gol da vitória peruana – e consequente derrota do Brasil. Peru 1 a 0, placar final, justo pelo apresentado. Nesta sequência de amistosos após Copa América, o Brasil ficou devendo. Ao voltar a campo em outubro, precisa melhorar – e acordar!

Fonte: IG Esportes
publicidade

Esportes

COB orienta atletas sobre viagens em meio a surto de coronavírus

Publicado

source

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) orientou as confederações filiadas, atletas e comissões técnicas a evitar viagens a países onde há maior risco de transmissão pelo novo coronavírus (Covid-19). Em nota oficial emitida pelo departamento médico da entidade, China e Coreia do Sul são considerados destinos “contraindicados”, enquanto idas a Irã, Itália e Japão “devem ser evitadas por idosos e pessoas com doenças crônicas”.

O documento pondera que outras viagens ao exterior “podem acontecer adotando medidas de proteção contra a infecção” e ressalta que se avalie a “importância da competição frente ao calendário olímpico”. O COB recomenda também que os planos de voo sejam conferidos, pois “muitos deles fazem conexões em países de maior risco”.

No site oficial, o COB informou, segundo o Comitê Olímpico Internacional (COI), que a preparação para a Olimpíada de Tóquio, no Japão, continua como “planejada”. A entidade acredita, ainda, que a competição será realizada na data prevista, entre 24 de julho e 9 de agosto.

A disseminação do novo coronavírus pelo mundo tem levado ao adiamento ou cancelamento de eventos esportivos ao redor do mundo. A Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF, sigla em inglês), por exemplo, adiou para junho a realização do Mundial por equipes da modalidade, previsto para março na Coreia do Sul – o local da competição, por enquanto, está mantido. O Brasil participaria com as seleções masculina e feminina. 

Veja Também:  Coronavírus faz Japão cancelar evento-teste de judô paralímpico

Competições paralímpicas também têm sido remarcadas ou não acontecerão mais neste ano. A etapa de Lignano Sabbiadoro (Itália) da World Series, circuito mundial de natação, que deveria ter começado nesta sexta-feira (28) foi cancelada por causa do avanço do Covid-19 no país europeu. A delegação brasileira, que reunia 33 pessoas, teve de retornar às pressas, pois soube do cancelamento somente ao chegar na sede do evento.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou nesta sexta (28) o risco em nível global de disseminação do novo coronavírus para “muito alto”. A China foi o epicentro da doença, tendo registrado quase 79 mil casos e 2.791 mortes. No resto do mundo, segundo a OMS, são mais de 4,3 mil incidências da epidemia – uma delas no Brasil, em São Paulo – e 67 mortes.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Esportes

Vasco estreia amanhã na Taça Rio contra o Resende, em Volta Redonda

Publicado

source

O Vasco estreia na Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, neste sábado (29), às 19h. O jogo é contra o Resende, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e deve marcar o retorno do volante colombiano Fredy Guarín ao time no lugar de Marcos Júnior ou Raul.

Cogitado para assumir o Santos, o técnico Abel Braga segue dirigindo a equipe carioca. Para substituir Talles Magno, que fraturou o quinto metatarso do pé-esquerdo e vai ficar três meses fora, o treinador deve optar por Vinícius ou Ribamar.

O provável time do Vasco contra o Resende é: Fernando Miguel,  Yago Pikachu, Werley e Leandro Castan e Henrique; Andrey, Guarín e Marcos Júnior, Marrony, Vínicius e Germán Cano.

Depois desta partida, o Vasco enfrenta o ABC na próxima quinta (5), no Maracanã, pela segunda fase da Copa do Brasil. O Vasco também segue vivo na Copa Sul-Americana, ao lado do Bahia, ambos como os únicos representantes do Brasil na competição.

Eles esperam o sorteio da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) para saber os adversários da segunda fase da competição. No Brasileirão, os cruzmaltinos estreiam em maio contra o Palmeiras, na Arena Allianz Parque.

Veja Também:  Atleta paralímpico, João Saci quer conquistar o Monte Everest

Em São Januário, crescem as especulações que Ricardo Graça pode ser vendido ao exterior. Com 23 anos, o zagueiro da seleção brasileira olímpica é visto como um ativo econômico para compor o caixa vascaíno. Formado nas categorias de base, Graça é o substituto natural de Castán na defesa do time de Abel Braga.      

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Esportes

Times brasileiros têm pior início internacional na Copa Sul-Americana

Publicado

source

O Fortaleza foi o quarto time brasileiro a se despedir ainda na primeira fase da Copa Sul-Americana deste ano. O tricolor cearense venceu o Independiente por 2 a 1 na Arena Castelão, mas o gol fora de casa marcado pelos argentinos na quinta-feira (27) fez a diferença, já que os rivais estavam empatados no agregado dos jogos de ida e volta.

A equipe nordestina faz companhia a Goiás, Atlético-MG e Fluminense, que também já foram eliminados – só Vasco e Bahia continuam na competição. É a primeira vez que tantos representantes do país deixam o torneio continental tão cedo no confronto com clubes do exterior.

Até 2017, as equipes brasileiras jogavam entre si nas fases iniciais da Sul-Americana e só enfrentavam rivais de fora a partir das oitavas de final. Em cinco edições (2006, 2009, 2011, 2013 e 2014), o país teve três times eliminados logo no primeiro embate internacional. No ano passado – já com os clubes do Brasil pegando os do exterior desde as fases iniciais – foram três representantes a se despedirem precocemente (Bahia, Santos e Chapecoense).

Veja Também:  Coronavírus faz Japão cancelar evento-teste de judô paralímpico

A equipe comandada por Rogério Ceni esteve próxima de impedir a inédita quarta eliminação brasileira na primeira fase internacional. Empurrado por mais de 52 mil torcedores, o Fortaleza dominou o Independiente – que é o maior campeão da Libertadores, com sete títulos – e abriu 2 a 0, com Juninho (de pênalti) e Marlon. Aos 47 minutos do segundo tempo, Bustos frustrou a torcida na Arena Castelão para classificar o “Rey de Copas” para a próxima fase.

Em outros dois confrontos de quinta-feira (27) pela Sul-Americana, os uruguaios do Plaza Colonia superaram o Zamora, da Venezuela, por 3 a 0 e se classificaram (3 a 1 no agregado).

Quem também segue no torneio é o Audax Italiano. Após a derrota por 2 a 0 fora de casa, os chilenos fizeram 3 a 0 no Cusco, do Peru, e avançaram para a segunda fase, com 3 a 2 na soma dos resultados.

Edição: Maria Claudia

Fonte: IG Esportes
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana