conecte-se conosco


Rondonópolis

Pressionados por movimento popular, vereadores resolvem abrir CEI para investigar prefeito Zé do Pátio.

Publicado

Paulo Schuh e Vinícius Santana, organizadores do movimento

As inúmeras e sucessivas notícias que circulam em redes sociais e apuradas pelo MPC, Ministério Público de Compras dando conta de supostas irregularidades no que tange a aquisição de itens que supostamente seria para o combate a pandemia covid-19, uma delas constatadas sobrepreço de 400% na aquisição feita pela gestão municipal. Diante disso, a base do PSDB na câmara municipal formada pelos vereadores Jaílton do pesque pague, Rodrigo da Zaelli e Sub tenente Guinâncio entraram junto à casa de leis com o pedido de instalação de uma CEI (comissão especial de inquérito), com a finalidade de apurar as supostas irregularidades, contudo, para que desse início seria necessário a adesão de 1/3 dos vereadores, ou seja, pelo menos sete vereadores teriam que assinar o pedido. Rejeitado o pedido pelos vereadores, foi aí que se colocou em prática uma inciativa popular liderada por um líder comunitário e um empresário da cidade que busca coletar assinatura da população para entrar com um pedido junto ao legislativo municipal obrigando os mesmos a instalarem a CEI, para tanto, se faz necessário a coleta de pelo menos 7 mil assinaturas, cujas assinaturas já estariam sendo colhidas desde o último sábado 16, e já conta segundo os idealizadores, com quase 2 mil. O que parece ter assustado os vereadores.

Neste domingo 17, às pressas, um grupo de vereadores se reuniram para discutir e aprovar a abertura da comissão investigatória e segundo fontes, o pedido deverá receber adesão de todos os vereadores. Segundo um dos organizadores ouvido por nossa reportagem, o que os vereadores estão fazendo é tentar fugir da pressão popular e alegarem que eles resolveram fazer a coisa no momento certo, porém o povo não é bobo e sabem que eles foram omissos e coniventes com tudo isso, eles tem cargos e algumas mamatas que deixaria os mesmo em saia justa se abrissem uma CEI pra investigar a gestão, finalizou o líder. Ainda segundo os organizadores, a coleta de assinatura na irá parar mesmo que eles instalem a CEI, pois não sabemos até onde irá as intenções dos nobres, se não será uma comissão para blindar o prefeito e tentar salvar a imagem dele que já está mais que arranhada e ao final dizerem que não encontraram nada, agora nós queremos é conclamar a população e chegar a dez mil assinaturas que farão parte de uma representação que será encaminhada à vários órgãos de controle e investigação para termos uma verdadeira apuração dos fatos finalizou.

Veja Também:  Pastor Fábio Santos, uma das apostas do PSC em Rondonópolis

ENTENDENDO UM POUCO

A prefeitura municipal de Rondonópolis aproveitando a crise do covid-19 que prever a compra com dispensa de licitação para produtos e equipamentos que visem combater a pandemia, abusaram da irresponsabilidade e da falta de bom senso e zelo com o dinheiro público, adquirindo um valor de mais de R$ 750,00 (setecentos e cinquenta mil reais) em produtos de limpeza de uma papelaria, e segundo as informações apuradas pelo Ministério Público de Compras MPC , algumas com sobrepreço de até 400%, (quatrocentos por cento), ao que hoje o prefeito ganhou das redes sociais o nome de zé do rolo, devido ao numero alarmante de rolos de papel higiênico e papel toalha que o mesmo adquiriu sem licitar.

Outro fato absurdo que vem sendo questionado, é a compra de 22 respiradores pulmonar como medida de combate ao novo coronavírus, porém cada respirador custou aos cofres públicos o equivalente a R$ 188,000,00 mil. Totalizando mais de R$ 4.100,000,00 (quatro milhões e cem mil).  Porém o mais curioso de tudo é que a gestão comprou esses equipamentos de uma empresa de cosmético com sede empalmas TO, e cujo tempo de existência da mesma é de menos de um ano. Estranhou-se também, o fato de a prefeitura mandar buscar os equipamentos na cidade de Goiânia recebendo parte desses equipamentos num hotel onde funcionários de município se hospedaram. Porém, não bastasse todos esses desmando e falhas que apontou-se nesta matéria, o mais alarmante é que, os produtos que chegaram na UPA de Rondonópolis foram apenas monitores e não respiradores. A gestão alega que sofreu um golpe, denunciou e a policia chegou ao suposto estelionatário e o prendeu inclusive, nesta mesma linha, a polícia conseguiu bloquear parte do valor depositado na conta do mesmo, segundo informações um pouco mais de 3 milhões, incluindo um automóvel e uma motocicleta. Porém ainda resta ser devolvido mais de 1 milhão aos cofres públicos até o momento ninguém respondeu como e se será recuperado esse valor.

Veja Também:  Movimento em luto l Ex-líder comunitária e pioneira da cidade é morta a facadas em sua residência

ENQUANTO ISSO

Os casos de covid-19 continuam aumentando na cidade e já há informações que não existem mais leitos disponíveis nos hospitais da cidade, e a própria gestão não diz o que fará para socorrer possíveis cidadãos  que forem acometidos pelo novo coronavírus, uma vez que não concluíram a reforma do hospital municipal que fora adquirido por nada menos que 5 milhões, e nem tampouco fizeram aquisição de respiradores.

A sociedade pede uma resposta!!

DA REDAÇÃO.

66 99692-3201

publicidade

Policial

Movimento em luto l Ex-líder comunitária e pioneira da cidade é morta a facadas em sua residência

Publicado

Marilda de Nazaré Gomes, de 65 anos, moradora do Jardim Vila Rica em Rondonópolis, foi vítima de um latrocínio na noite deste domingo, (31) em sua residência, segundo informações de familiares o suspeito seria Júlio César de 24 anos que era usuário e morava no imóvel da mesma e no momento tentava roubar uma TV e o Celular da mesma e ao tentar se impedido, desferiu um  golpe de faca no abdômen  da mesma, parentes chegaram a acionar o SAMU que a conduziu ao HR, porém a mesma não resistiu vindo a óbito  por conta da gravidade.

Marilda Gomes foi uma das fundadoras do jardim vila rica e uma grande líder, respeitada por todos, fora eleita 6 vezes presidente do bairro e responsável por muitas lutas e conquistas para aquela comunidade, Marilda também integrou por várias vezes a diretoria da UNISAL inclusive por duas vezes sendo presidente da comissão eleitoral da entidade, foi sempre uma referencia no meio e atualmente fazia parte do recém criado, COREO, Conselho de comunidades da Região Oeste de Rondonópolis.

Veja Também:  Movimento em luto l Ex-líder comunitária e pioneira da cidade é morta a facadas em sua residência

A redação do Notícia em foco MT, falou com o líder comunitário da região Salmen, e Ex-presidente da UNISAL,  Miguel Martins de Oliveira, (Miguel Milani), que comentou a morte da comunitária e companheira de luta.

O movimento comunitário perde uma grande baluarte, e eu perco uma grande amiga e companheira, Marilda era referência no movimento e fará grande falta a todos nós, Externou Milani

O líder comunitário Cláudio do Povo, Presidente do recém criado Conselho de Comunidades da Região Oeste de Rondonópolis também lamentou a morte da comunitária e companheira, Cláudio do Povo que por 03 mandatos esteve a frente da presidência do residencial Padre Lothar, e recentemente fundou o, conselho, tinha Marilda em sua diretoria, a mesma além de fazer parte, era uma das entusiastas deste projeto.

Perco hoje uma amiga, companheira e grande referencial para mim, Marilda estava muito animada para entrarmos em ação assim que passasse essa pandemia, e tiramos do papel grandes projetos que tínhamos elaborado para esta região, ela sempre me elogiava e ao mesmo tempo me incentivava continuar defendendo os interesses do nosso povo, sinto hoje um grande baque por sua perda”.

Os parentes informam que o velório acontecerá a partir das 13:30 horas na União Familiar e aqueles que desejem ir ao velório terão de comparecer de máscara por conta das medidas de saúde em função do novo coronavírus.

Veja Também:  Pastor Fábio Santos, uma das apostas do PSC em Rondonópolis

Da Redação

Continue lendo

Rondonópolis

Pastor Fábio Santos, uma das apostas do PSC em Rondonópolis

Publicado

Pr. Fábio Santos – pré-candidato a vereador

Pr. Fabio Santos, pré-candidato a vereador de Rondonópolis e bem articulado no meio cristão tem se reunido com os diversos amigos e diversos seguimentos com vistas a reforçar seu projeto de campanha. Fábio Santos é uma das apostas do Partido Social Cristão (PSC) e tem vários projetos e propostas para a cidade de Rondonópolis.

Atento às eleições que aproximam, pastor Fabio Santos colocou seu nome a disposição após conversas com a família e amigos, e o portal noticia em foco MT conversou com FS.

NFMT- Fabio Santos, porque você quer ser Vereador¿

FS – Para aprovar as leis que regulamentam a vida da cidade. Para isso elaboram projetos de lei e outras proposituras que são votados na Câmara durante as sessões ordinárias ou extraordinárias.

NFMT – O que fazem os vereadores

FS – Aprovam ou rejeitam projetos de lei; elaboram decretos legislativos, resoluções, indicações, pareceres, requerimentos. Participam de comissões permanentes.

Fiscalizam O Executivo (secretários e prefeito) comparece periodicamente à Câmara, quando convidado, para prestar esclarecimentos aos parlamentares. Estes esclarecimentos podem ser solicitados por requerimentos. A fiscalização ocorre também, por meio da atuação nas comissões especiais.

Veja Também:  Pastor Fábio Santos, uma das apostas do PSC em Rondonópolis

Sugerem Nas questões em que os vereadores não possam apresentar um projeto de lei, por exemplo, eles têm a competência de alertar o Executivo sobre determinada necessidade da população, estimulando as providências cabíveis.

Representam O vereador é, ao mesmo tempo, porta voz da população, do partido que representa e de movimentos organizados. Cabe ao parlamentar não só fazer política partidária, mas organizar e conscientizar a população. A realização de seminários, debates e audiências públicas são funções dos parlamentares que contribuem neste aspecto, pois funcionam como caixa de ressonância dos interesses gerais.

DA REDAÇÃO

Continue lendo

Rondonópolis

Virou Pizza l Ato realizado neste sábado (30) na Praça Brasil terá pizza gigante, veja matéria.

Publicado

Os organizadores do movimento popular pró-CEI, realizarão neste sábado (30) a partir das 08:00 horas da manhã mais um ato na Praça Brasil, na ocasião os organizadores levarão para praça uma pizza gigante de 10 metros, em homenagem aos 10 vereadores que votaram contra a abertura da comissão especial de investigação (CEI), o que levou no ditado popular acabar em pizza.

Os organizadores  fazem um convite a toda população que tem o desejo de manifestar repúdio ao acovardamento dos vereadores, que compareçam às 08: horas da manhã na praça brasil e levem 1 kg de alimento que serão utilizados para atender à famílias carentes.

PRECAUÇÕES E HIGIENE

Os organizadores pedem ainda que todos compareçam usando máscaras de proteção devido à pandemia covid-19. A pizza será cortada durante o ato e distribuídas entre os presentes, porém para isso, os organizadores farão marcadores de distanciamento no calçadão para evitar aglomeração, bem como fornecerão álcool 70 para higienização dos presentes e ainda a equipe de voluntários estarão portando luvas e máscaras.

Veja Também:  Pastor Fábio Santos, uma das apostas do PSC em Rondonópolis

ENTENDENDO O MOVIMENTO

O movimento iniciou-se para viabilizar a coleta das 7.000 (sete mil) assinaturas que seria apresentada à câmara municipal com intuito de mostrar o clamor da sociedade pela investigação dos casos envolvendo compras de materiais de limpeza feita pelo município como medida de combate ao novo coronavírus e que foram apontadas pelo MPC (ministério público de compras), com superfaturamento de até 400 % e que a câmara estava se negando aprovar o pedido de abertura de uma CEI feita por vereadores da oposição ao prefeito. Acontece que logo após o movimento de coleta de assinaturas ganhar corpo logo no seu terceiro dia, os vereadores reuniram-se as pressas num domingo, para combinarem a abertura da mesma, porém ao que parece, seria um jogo de cartas marcada com jogadas ensaiadas, sabido já por eles que não passaria na votação, o que de fato aconteceu, a casa de leis se transformou num verdadeiro teatro, com 10 votos favoráveis, 09 contrários e uma abstenção, neste caso impedindo o presidente da casa de desempatar o jogo e assim ser instaurada a comissão que por vez teria a missão de fiscalizar e trazer para sociedade a verdade dos fatos, o que pegou muito mal para os “representantes” do povo.

Veja Também:  Movimento em luto l Ex-líder comunitária e pioneira da cidade é morta a facadas em sua residência

Veja o quadro abaixo os vereadores que votaram contra a abertura da CEI.

São eles:

Beto do Amendoim; juary Miranda; Vilmar Pimentel; Bilú do depósito de areia; Batista da Coder; Orestes Miraglia; Roni Cardozo; Reginaldo Santos; João Moto táxi e Elton Mazette.

DA REDAÇÃO.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana