conecte-se conosco


Mato Grosso

Seduc inicia planejamento para virada na Educação e melhorar índices do Ideb

Publicado


.

Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado nesta terça-feira (15.09) pelo Ministério da Educação (MEC), apontam que o ensino médio na rede estadual avançou em relação aos índices de 2017, passando de 3,2 para 3,4. Nos anos iniciais a média foi de 5,6 e nos anos finais de 4,5.

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, ressalta que os resultados obtidos não foram satisfatórios, porém, o ano de 2019 foi de grandes desafios para a Educação. As provas do Ideb foram realizadas no primeiro ano da atual gestão, que passou por uma greve de 74 dias, fator que prejudicou o processo de ensino-aprendizagem dos alunos.

“Em 2019, a atual gestão recebeu uma Secretaria com R$ 636,8 milhões de restos a pagar de exercícios anteriores, incluindo encargos e pessoal e despesas correntes, o que impossibilitou a capacidade de investimentos naquele ano. No entanto, em dezembro de 2019, já havia pago R$ 430,9 milhões do total de restos a pagar”, explica a secretária.

Veja Também:  Família com sete filhos que perdeu tudo em incêndio é atendida pela Setasc

Com as dívidas pagas, foi possível planejar investimentos, tanto na área pedagógica, como na infraestrutura. Com isso, a Seduc agora passa por uma reformulação e em breve Mato Grosso terá uma grande virada na Educação.

Entre as ações da Seduc está o reordenamento e redimensionamento da rede, visando otimizar espaços físicos e os recursos financeiros e melhorar o atendimento da demanda nas unidades educacionais.

Conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) a educação infantil (atendimento da creche e pré-escola) é de responsabilidade dos municípios e o Ensino Médio é de responsabilidade do Estado. Já o ensino fundamental (do 1º ao 9º ano) deve ser exercido e implementado em regime de colaboração entre Estado e os municípios. Diante disso, a reorganização do atendimento escolar tem sido feita de forma que os municípios atendem os anos iniciais (1º ao 6º ano) e o Estado os anos finais (7º ao 9º) para que possa haver um equilíbrio no atendimento da demanda.

Segundo a secretária, o índice do Ensino Médio é um dos maiores gargalos não somente para a educação de Mato Grosso, mas em todo o país, pois, apesar de terem crescidos em relação a 2017, apenas dois estados atingiram a meta.

Veja Também:  Sexta-feira (18): Mato Grosso registra 112.200 casos e 3.248 óbitos por Covid-19
Fonte: GOV MT

publicidade

Mato Grosso

Governador destaca que trabalho dos mato-grossenses fez do Estado o maior produtor do agronegócio

Publicado


.

O governador Mauro Mendes esteve em Sorriso com o presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (18.09) e destacou que o Estado produz e se desenvolve graças ao trabalho da população que vive em Mato Grosso.

“Tudo o que estamos fazendo no Governo é mérito do povo corajoso e trabalhador, que vive neste Estado. Por isso, tenho muito orgulho em dizer que tudo o que estamos fazendo é possível porque esse é um Estado de gente valente, que produz e preserva o meio ambiente. Esses homens e mulheres aqui em Sorriso representam milhares de mato-grossenses que estão fazendo a maior e melhor agricultura do Brasil, uma das maiores e melhores do planeta. Tudo isso em apenas 37% do nosso território, pois 63% de Mato Grosso está preservado”, afirmou Mauro Mendes, lembrando que obras já foram retomadas e entregues em todas as regiões, além de colocar em dia repasses aos municípios e pagamentos de salários e de fornecedores.

Ele fez questão de frisar que “tem pessoas que falam desse pedaço do Brasil, mas nunca pisaram o pé aqui. Diferente dos senhores, que chegaram aqui há 40 anos e hoje estão colhendo o fruto daquilo que plantaram durante décadas”.

Veja Também:  Sexta-feira (18): Mato Grosso registra 112.200 casos e 3.248 óbitos por Covid-19

“Mato Grosso tem uma agricultura forte e produtores fortes construindo cidades prósperas. Vamos continuar fazendo o que é correto para que os investimentos tragam mais desenvolvimento para todas as regiões deste Estado”, destacou o governador.

Regularização fundiária

Mauro Mendes participou da entrega de 1.655 títulos de regularização fundiária pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) junto com o presidente. Os títulos foram entregues a famílias que possuem propriedades rurais em Nova Ubiratã, município próximo a Sorriso.

Em seu discurso, Bolsonaro falou da importância dos títulos para as famílias de pequenos produtores, que passarão a ter segurança jurídica em suas terras.

“Mato Grosso é um Estado que tem vocação para o agronegócio e todos os anos temos que provar isso para o mundo. Mas, quando todos pararam, os produtores deste Estado não pararam em nenhum momento. Vocês venceram obstáculos e são nosso orgulho”, concluiu o presidente.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Palestra sobre a transformação da Jucemat integra Semana da Contabilidade

Publicado


.

As melhorias que possibilitaram a oferta de serviços digitais pela Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat) serão tema de uma palestra voltada aos contadores, que acontecerá nesta segunda-feira (21.09), às 17h. Os palestrantes serão a presidente da Jucemat, Gercimira Rezende, e pelo o coordenador da RedeSimples, Alexandre Lacerda. 

A palestra integra a programação da Semana da Contabilidade 2020, realizada pelo Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso (CRCMT), em parceria com Academia Mato-Grossense de Ciências Contábeis (AMACIC) e Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas de Mato Grosso (SESCON-MT).

O evento acontece de  21 a 25 de setembro,  no formato on-line, a partir das 17h.  O evento é gratuito e será transmitido pela ferramenta de videoconferência Zoom Mettings. As vagas são limitadas e para participar é necessário realizar a sua inscrição através do sistema de eventos do CFC que pode ser acessado CLICANDO AQUI (http://www.crcmt.org.br/novo/www/Cursos-e-Palestras.html). 

O ciclo de palestras contará com a participação de representantes importantes para o cenário contábil mato-grossense. Dentre os principais temas discutidos, estão a reforma tributária, ICMS MT, transformação digital da Junta Comercial e a importância do Contador Público para Administração Pública. (Com informações da assessoria do CRC).

Veja Também:  Associação de Apicultores incentiva a produção de mel em Colniza

 

Serviço

Palestra Transformação Digital da Junta Comercial
Quando:
 segunda-feira (21.09), às 17h
Acesso: videoconferência na plataforma Zoom Mettings
Inscrições: www.crcmt.org.br

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Civil apura desmatamento com derrubada de castanheira no Norte de MT

Publicado


.

Em diligências pela região norte do Estado, nesta semana, policiais civis da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) comprovaram a existência de mais uma área com desmatamento ilegal, inclusive com derrubada de árvores protegidas pela legislação.

O crime ambiental foi constatado em uma área no município de Cláudia (620 km ao norte de Cuiabá) e a delegacia foi comunicada por fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e do Indea-MT que estão em atuação na região.

A equipe da Delegacia de Meio Ambiente foi até o local, junto com peritos da Politec para checar a denúncia recebida e coletar provas. Entre as árvores derrubadas na área, os policiais encontraram uma castanheira que media, aproximadamente, 30 metros.

Após a coleta de evidências materiais e a realização da perícia, a Dema vai instaurar inquérito policial para investigação do crime ambiental e dar sequência às diligências necessárias para esclarecimento do delito.

De acordo com a delegada titular da Dema, Alessandra Saturnino de Souza Cozzolino, há evidências de crimes ambientais, entre eles o crime, em tese, de desmate ilegal da área e também será apurado se houve eventual fraude na requisição junto à Sema dos pedidos de autorização de desmate e de queima. “Será apurado se houve subterfúgio no intuito de obter a licença no órgão ambiental, com omissão por parte do solicitante de que a área era de castanheira”, explicou a delegada.

Veja Também:  Família com sete filhos que perdeu tudo em incêndio é atendida pela Setasc

A derrubada e corte da castanheira são proibidos, uma vez que a espécie é ameaçada de extinção. A castanheira é uma das árvores mais altas do bioma amazônico, chega a viver 500 anos e pode atingir até 50 metros, o que corresponde à altura de um prédio de 16 andares.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana