conecte-se conosco


Esportes

Série B: Náutico e Chape empatam nos Aflitos em partida movimentada

Publicado


.

Duas partidas deram sequência à 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira (18). Nos Aflitos, Náutico e Chapecoense empataram em 1 a 1, em um jogo muito disputado e com emoção até o último minuto. No Batistão, o Confiança foi melhor e passou pelo Guarani por 1 a 0.

Empate nos Aflitos

O Náutico teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguia acertar o último passe. A Chapecoense optou por ficar na defesa e esperar o momento certo para o contragolpe. Quase deu certo logo aos 15 minutos. Anselmo Ramon tocou para Matheus Ribeiro, que entrou sozinho na grande área e bateu cruzado. A bola desviou na defesa e foi para fora.

Aos 22 minutos, Anselmo Ramon fez bela jogada e tentou de perna esquerda de fora da área, mas a bola passou à esquerda do gol. A Chape só não abriu o placar aos 27 minutos porque Jefferson salvou o Náutico. Aylon tentou o cruzamento, mas houve o toque na zaga e o goleiro teve que se esticar todo para impedir o gol.

A Chape criava as melhores oportunidades. Aos 40 minutos, Paulinho Moccelin ganhou de Hereda na corrida, chutou e Jefferson espalmou. O lateral-direito desistiu da jogada e Moccelin recuperou a bola, tocou para trás e encontrou Matheus Ribeiro. Sozinho, na marca do pênalti, o camisa 2 isolou.

Veja Também:  Basquete: morre Marlene Bento, da seleção entre os anos 50 e 70

No último lance do primeiro tempo, o Náutico teve sua chance. Hereda avançou pela direita e cruzou. A bola passou por todo mundo e Jhonnatan apareceu para finalizar, mas acabou mandando por cima.

O Timbu voltou melhor para a etapa final. Aos 11 minutos, Jorge Henrique cobrou falta da intermediária e Paiva apareceu no meio da defesa para cabecear. João Ricardo fez bela defesa e salvou a Chapecoense. Dez minutos depois foi a vez de Dadá testar o goleiro. O meia chutou forte de perna esquerda de fora da área e João Ricardo botou para escanteio.

De tanto insistir, o Náutico marcou o gol. Aos 32 minutos, Thiago Fernandes subiu pela direita e cruzou na medida para Kieza. O camisa 9 cabeceou firme e abriu o placar nos Aflitos.

A Chapecoense não desistiu da partida e chegou ao empate no último lance. Aos 48 minutos, Thiago Ribeiro deu bela assistência para Busanello, que chutou cruzado para deixar tudo igual nos Aflitos.

Com o resultado, a Chapecoense chegou a 17 pontos, na terceira posição do campeonato. O Náutico soma 14 pontos e ocupa a 9ª colocação. Na próxima rodada, a Chape encara o América-MG, sexta-feira (25), às 19h15, na Arena Condá. O Náutico visitaria o Sampaio Corrêa, mas o confronto foi adiado devido à decisão do Campeonato Maranhense. Desta forma, o Timbu só entra em campo na terça-feira (29), pela 12ª rodada, contra o Cuiabá, na Arena Pantanal.

Veja Também:  Série D: Apesar de empate, ABC-RN mantém liderança do Grupo 8

Vitória sergipana

Confiança e Guarani também se enfrentaram nesta sexta-feira (18) pela 10ª rodada da Série B. Melhor para o time de Sergipe, que, no retorno do técnico Daniel Paulista, venceu por 1 a 0. Com o resultado, o Confiança chegou a 11 pontos, pulando para a 11ª posição. Já o Bugre fica com 8 pontos, na 16ª colocação, interrompendo uma sequência de três partidas consecutivas sem derrotas.

A partida foi bastante equilibrada no primeiro tempo, com oportunidades para as duas equipes. Na etapa final, o gol da vitória do Confiança saiu logo aos 7 minutos, com Matheus Mancini completando boa jogada de Silva pela esquerda. O Guarani tentou pressionar para conseguir o empate, mas o time de Sergipe segurou a vitória até o apito final do árbitro.

Na próxima rodada, o Guarani enfrenta o Figueirense, sábado (26), às 11h, no Orlando Scarpelli. Já o Confiança vai a Campinas encarar a Ponte Preta, domingo (27), às 20h30, no Moisés Lucarelli.

Veja a classificação atualizada da Série B do Brasileiro.

Edição: Fábio Lisboa

publicidade

Esportes

Athletico-PR e Flamengo fazem duelo de estreia na Copa do Brasil

Publicado


O duelo de rubro-negros agita a noite desta quarta-feira (28). Athletico-PR e Flamengo estreiam na Copa do Brasil às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). O jogo válido pelas oitavas de final será a reedição das quartas de final do ano passado, quando os paranaenses eliminaram os cariocas, e depois colecionaram vitórias até conquistarem o título de 2019. A partida terá início às 21h30 (horário de Brasília) e será transmitida ao vivo, na Rádio Nacional

O Flamengo que entra em campo esta noite vive um momento melhor do que o Furacão na temporada 2020. No Campeonato Brasileiro, o time carioca ocupa a vice-liderança. Já os athleticanos estão na zona de rebaixamento, em 18º lugar. As duas equipes já estiveram frente a frente este ano pelo Brasileirão, e o Flamengo levou a melhor no Maracanã, ao vencer o Furacão por 3 a 1.

Em relação à Copa Liberadores, ambas as equipes avançaram às oitavas de final. Contudo, a equipe carioca comandada pelo técnico Domènec Torrent se classificou na primeira colocação do Grupo A, enquanto o time de Paulo Autuori ficou em segundo lugar no Grupo C. 

Veja Também:  Com 11 desfalques, Cuiabá vence Botafogo no Rio pela Copa do Brasil

Flamengo e Athletico-PR também se enfrentaram em em fevereiro, pela Supercopa do Brasil, competição entre os campeões da Libertadores e da Copa do Brasil  no ano seguinte a conquista dos títulos. O Rubro-Negro carioca venceu o Furacão, por 3 a 0 no estádio Mané Garrincha, em Brasília (BR).

Confira aqui a tabela de classificação da Copa do Brasil.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Esportes

Com 11 desfalques, Cuiabá vence Botafogo no Rio pela Copa do Brasil

Publicado


Mesmo sem ter 11 atletas do elenco à disposição e atuando fora de casa, o Cuiabá saiu na frente do Botafogo no jogo de ida do confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Nessa terça-feira (27), o Dourado bateu o Alvinegro por 1 a 0 no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, assumindo a vantagem do empate para o duelo de volta, que será na Arena Pantanal, em Cuiabá, na próxima terça-feira (19), às 19h (horário de Brasília).

O Cuiabá não pôde contar com os zagueiros Everton Sena e Luiz Gustavo e com os atacantes Felipe Ferreira, Felipe Marques, Élton, Jenison e Marcinho. Os sete chegaram ao clube durante a paralisação do futebol em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). Como tinham defendido outras equipes na Copa do Brasil, eles não poderiam atuar pelo time do Mato Grosso. Além deles, os laterais Lenon e Romário e os volantes Auremir e Rafael Gava se recuperam de lesão e também foram desfalques.

Administrando a posse da bola e trocando muitos passes, o Botafogo acumulou seis finalizações em cerca de 20 minutos no primeiro tempo, mas sem êxito. Aos poucos, o Cuiabá equilibrou o jogo e passou a assustar em tentativas de fora da área. Na etapa final, a primeira delas foi letal. Aos nove minutos, com o Dourado pressionando o Alvinegro na defesa, o volante Matheus Barbosa aproveitou um passe errado do meia Keisuke Honda e bateu forte, da entrada da área, no canto do goleiro Diego Cavalieri.

Veja Também:  Com 11 desfalques, Cuiabá vence Botafogo no Rio pela Copa do Brasil

O Botafogo se lançou ao ataque atrás do empate. Tentativas não faltaram. Pontaria sim. Primeiro, uma cabeçada do meia Bruno Nazário. Depois, outra do atacante Pedro Raul (seguida de um arremate que passou rente a trave). Na sequência, um chute do atacante Lecarlos. Por fim, um desvio do também atacante Kelvin, na pequena área. Melhor para o Cuiabá, que festejou a vitória no Rio e a vantagem para o duelo na Arena Pantanal.

As equipes voltam a campo no sábado (31), cada uma por sua divisão. O Botafogo joga às 17h, mais uma vez no Nilton Santos, contra o Ceará, pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Alvinegro está na 16ª posição do torneio. Já o Cuiabá recebe o CRB às 22h, também pela 19ª rodada, mas da Série B. O Dourado é o terceiro colocado e está na zona de acesso à elite do futebol nacional.

Veja a tabela da Copa do Brasil

Edição: Fábio Massalli

Continue lendo

Esportes

Empate mantém CSA longe do G-4 e impede Chape de disparar na Série B

Publicado


Chapecoense e CSA não saíram do zero em partida realizada nesta terça-feira (27) à noite, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar de ser o 18º jogo das equipes na competição, o duelo valeu pela segunda rodada. O confronto seria em agosto, mas teve que ser adiado porque o elenco alagoano sofreu um surto de casos do novo coronavírus (covid-19).

O resultado impediu que a Chape, agora com o mesmo número de jogos que os principais adversários, disparasse na ponta da Série B. O Verdão do Oeste continua em primeiro lugar, com 37 pontos, abrindo dois de vantagem para o América-MG, que aparece em segundo. O CSA, com 25 pontos, permanece em oitavo, perdendo a chance de se aproximar do G-4. O Azulão está a três pontos do Juventude, quarto colocado e último time na zona de acesso à Série A.

Depois de um primeiro tempo de pouca intensidade, as equipes fizeram uma etapa final animada, com gols perdidos de ambos os lados. O goleiro Matheus Mendes, do CSA, fez pelo menos duas grandes defesas. Uma com o rosto, em uma cabeçada do atacante Anselmo Ramon, e outra em finalização do meia Paulinho Mocellin. Já pelo time alagoano, o volante Marquinhos acertou o travessão e os atacantes Paulo Sérgio e Pedro Lucas pararam no goleiro João Ricardo.

Veja Também:  Com 11 desfalques, Cuiabá vence Botafogo no Rio pela Copa do Brasil

Os times voltam a campo neste sábado (31). Às 16h30 (horário de Brasília), a Chapecoense visita o Confiança em Aracaju e pode sacramentar o título simbólico de campeã do primeiro turno da Série B. Já o CSA recebe o Náutico em Maceió às 21h. Os duelos serão válidos pela 19ª rodada da competição.

Confira a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro.

Edição: Liliane Farias

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana