conecte-se conosco


Mato Grosso

Servidores da Sefaz são capacitados em auditoria contábil e fiscal

Publicado

Sessenta fiscais de tributos da Secretaria de Fazenda (Sefaz), participaram nesta semana de uma capacitação em auditoria contábil e fiscal do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), a fim de aprimorar as atividades inerentes ao fisco. As informações repassadas no treinamento serão aplicadas nas rotinas de monitoramento e fiscalização para a identificação de fraudes e crimes contra a ordem tributária.

De acordo com o superintendente de Fiscalização da Sefaz, José Carlos Bezerra, dentro das informações contábeis podem estar escondidas algumas condutas criminosas de sonegação e o processo de auditoria fiscal e contábil possibilita a recuperação desse débito tributário.

“Buscamos com essa capacitação outras técnicas de desenvolver a auditoria fiscal e contábil em que a gente foque na conduta que é fraude, que é crime contra a ordem tributária para recuperar justamente o imposto e encontrar os fraudadores. E para isso, a contabilidade pode ser uma grande aliada”.

José Carlos ressalta que esta é uma primeira etapa da implementação do processo de auditoria fiscal e contábil dentro das unidades sob responsabilidade da Superintendência de Fiscalização. Posteriormente, um grupo técnico especializado será formado para subsidiar as análises e tomadas de decisões. Essa é mais uma ferramenta e metodologia a ser utilizada pelo Fisco de Mato Grosso no combate às fraudes e crimes tributários.

Veja Também:  Incêndio destrói apartamento em Cuiabá

Com esse trabalho de auditoria dentro da fiscalização a pasta fazendária espera recuperar grande parte do imposto sonegado. “Temos cálculos estimados de fraude que giram em torno de R$ 1,3 bilhão por ano. É claro que a gente não recupera 100% disso, mas esperamos que resulte em recolhimento pelo menos metade desse valor dentro do trabalho de fiscalização, tendo em vista que algumas informações de eventos tributários, que deveriam ter seu recolhimento realizado e que não estão declarados nos registros fiscais, podem ser contatadas a partir das informações contábeis”, explica José Carlos.

Durante a capacitação, os servidores aprenderam os conceitos básicos em auditoria e os benefícios do uso dos roteiros de auditoria para fiscalização do ICMS. Dentre os facilitadores, estava o auditor fiscal da Secretaria de Economia do Estado de Goiás, Bruno Marçal, que apresentou aos fiscais a técnica em auditoria utilizado pela secretaria goiana, que desenvolve esse trabalho desde 2011.

“Essa é uma técnica antiga que ao longo dos anos foi deixada de lado pelos fiscos e que hoje, na busca de materializar outros crimes além dos crimes tributários, a exemplo do crime de lavagem de dinheiro, ela possibilita maior qualidade da prova e segurança jurídica dos autos de infração, decorrentes da auditoria”, afirma Bruno.

Veja Também:  PM prende pai que abandonou filho em carro em MT

Para ele, a capacitação em auditoria contábil e fiscal é fundamental tendo em vista a evolução dos fiscos estaduais e também dos crimes tributários.

“Os Fiscos estaduais se desenvolveram muito nas questões dos documentos fiscais eletrônicos e com isso a fiscalização ficou mais eficiente. Então o contribuinte também já aprendeu como trabalhar para entregar informações eletrônicas que não despertem atenção do Fisco. E na auditoria contábil a gente une a informação fiscal com a financeira para pegar essas situações”.

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Incêndio destrói apartamento em Cuiabá

Publicado

Uma sobrecarga elétrica causa por algum equipamento eletrônico resultou em um incêndio que destruiu um apartamento no centro de Cuiabá. O fato ocorreu neste domingo (26).

Conforme informações, o fogo teve início da sala de televisão. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não foi possível identificar qual equipamento causou a sobrecarga.

O fogo se propagou para outros cômodos do apartamento. Móveis e materiais de escritório foram destruídos.

Mesmo os vinhos tentando conter as chamas, não foi possível controlar o incêndio.

Quatro viaturas e 16 bombeiros realizaram o trabalho de combate as chamas.

Os moradores não estavam na casa e ninguém ficou ferido.

Além disso, foram tomadas as medidas de segurança como evacuação, desligamento da energia e gás e controle de pânico.

O apartamento teve que ser isolado para a realização de perícia.

Os moradores do condomínio foram orientados sobre a segurança do apartamento.

Veja Também:  PM prende pai que abandonou filho em carro em MT
Continue lendo

Mato Grosso

PM prende pai que abandonou filho em carro em MT

Publicado

Um pai que abandonou o filho dentro do carro para ir beber em São Félix do Araguaia (1.173 KM de Cuiabá) foi algemado e preso no dia 12 de janeiro deste ano. Os policiais, e membros do conselho tutelar do município, flagraram a criança sozinha dentro do veículo de madrugada, sem cuidados de higiene.

Ela havia defecado em sua roupa. De acordo com informações do registro de ocorrência, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de duas conselheiras tutelares da cidade relatando que o homem havia abandonado o filho para ir beber no estabelecimento conhecido como “Breja Choperia”.

Acompanhados das conselheiras tutelares, os policiais se dirigiram até o veículo onde a criança estava, por volta das 2h30 da manhã, e localizaram o menor de idade abandonado dentro do carro. Na sequência eles foram até o pai do garoto, que estava bêbado, e teve que ser algemado.

Ainda segundo o registro de ocorrência os pais da criança foram advertidos pelo conselho tutelar.

Veja Também:  Servidores da Unemat cogitam greve apontando ‘desmonte’ da educação.
Continue lendo

Mato Grosso

Em MT, cadeirante se revolta e constrói rampa de acesso a órgão público.

Publicado

 Deficiente físico é morador da cidade de Juína e se disse cansado do descaso. Prefeito disse que tomará providências e pediu desculpa aos cadeirantes

Cadeirante mora na cidade há 31 anos e ficou paraplégico após levar um tiro (Foto: Marcelo Guedes/site Metropolitana FM)

Indignado com a falta de acessibilidade em Juína, cidade a 737 km de Cuiabá, o deficiente físico Samuel Nobile de Oliveira, de 41 anos, decidiu construir por conta própria uma rampa de acesso ao prédio da secretaria municipal de Saúde. Com um balde cheio de massa de cimento, que levou de casa, algumas madeiras e pedras, o morador foi para a frente do órgão, na tarde de segunda-feira (24), e declarou que não quer mais sofrer constrangimentos. “Não aguento mais passar por isso e estou cansado de esperar pelo poder público. Por isso tomei a iniciativa e não quero mais esperar”, disse.

Samuel mora no município há 31 anos, no Bairro Módulo 4, e ficou paraplégico após ser atingido por um tiro, em 2006. Desde então, se viu preso à cadeira de rodas e ressalta que encontra dificuldades diárias pela falta de acessibilidade juntamente com outros amigos cadeirantes. Ele conta que precisa ir constantemente à secretaria de Saúde por conta de documentos que necessita para fazer tratamento médico em Brasília (DF).

Veja Também:  Incêndio destrói apartamento em Cuiabá

O cadeirante relatou ainda a situação que passa ao ir no posto de saúde do bairro. “Somos atendidos pelos médicos do lado de fora, na rua, porque não têm rampa de acesso. É muita humilhação não sermos tratados como pessoas comuns”, desabafou.

À reportagem, o prefeito Hermes Bergamim disse que já está tomando providências quanto à falta de acessibilidade e garantiu que providenciará melhorias para os deficientes físicos. Também considerou a atitude do morador importante e pediu desculpas pelos constrangimentos que os cadeirantes da cidade têm sofrido. “Estamos colocando a casa em ordem nesses seis meses de gestão. Peço desculpas a todos os deficientes físicos pelas situações e constrangimentos. Vamos tomar as devidas providências na cidade para que isso não ocorra mais”, afirmou.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana