conecte-se conosco


Nacional

Servidores que tiveram contato com Bolsonaro sem sintomas não serão afastados

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro de máscara
Marcos Corrêa/PR

Medidas de prevenção adotadas por servidores são divulgadas


Nesta terça-feira (7), a assessoria da Secretaria-Geral da Presidência da República afirmou em nota que “não há recomendação oficial” de isolamento para pessoas que tiveram contato com pacientes que têm a Covid-19, caso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A afirmação indica que servidores que trabalham diretamente com o presidente e não apresentarem sintomas não serão afastados.


“Não há protocolo médico, seja do Ministério da Saúde ou da OMS, que recomende  medida de isolamento pelo simples contato com casos positivos”, afirma a nota.

Levantamento da secretaria afirma que 108 de 3.400 servidores da Presidência da República testaram positivo para Covid-19 , cerca de 3,8% dos funcionários. Destes, 77 estão recuperados e 31 estão em acompanhamento.

O órgão afirma que não houve óbitos entre os funcionários e que 90% dos casos “foram assintomáticos ou apresentaram sintomas leves”.

Veja Também:  Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Medidas de segurança

Os servidores são orientados a higienizar as mãos, realizar o uso correto de máscaras e fazer distanciamento social. O home office tem sido implementado, principalmente para funcionários pertencentes ao grupo de risco, e o trabalho presencial é organizado em escala rodízio.

“A Presidência da República está seguindo as orientações do Órgão Central do Sipec [Ministério da Economia] contidas na Instrução Normativa nº 19, de 12 de março de 2020, e alterações, no que se refere ao trabalho remoto. Nesse sentido, não há ainda previsão ou orientação de retorno dos servidores que estão em trabalho remoto para o trabalho presencial”, afirma”

Servidores que sentirem sintomas da Covid-19 devem buscar atendimento médico. “Nos casos considerados suspeitos, os servidores são orientados a ficar em casa até o resultado do exame”, acrescenta a assessoria. “As orientações médicas […] têm sido amplamente divulgadas aos servidores da Presidência da República por meio dos diversos canais de comunicação disponíveis”, diz a nota.

Nas dependências do Palácio do Planalto, estão posicionados 494 dispensers de álcool em gel entre Anexos e adjacências “para assepsia de servidores, colaboradores e visitantes”. As áreas comuns serão higienizadas com “equipamentos tecnológicos de última geração” para “aproveitamento dos insumos de higienização, bem como a redução da intervenção humana no processo de limpeza”.

Veja Também:  Caso Miguel: pedido de investigação contra prefeito de Tamandaré é arquivado

“Desse modo, a Secretaria-Geral da Presidência da República ressalta que adota as medidas recomendadas ao enfrentamento do novo coronavírus, de modo a assegurar que o ambiente de trabalho na Presidência da República esteja sempre o mais seguro possível para todos os servidores”, conclui.

publicidade

Nacional

Mulher é presa com 12 quilos de ouro contrabandeado da Venezuela

Publicado


source
apreensão PF
Divulgação/Polícia Federal

Mulher também carregava US$ 4.200 quando foi abordada.

Uma mulher que não teve a identidade revelada foi presa por suspeita de contrabando. Ela transportava quase 12 quilos de ouro quando foi abordada em Pacaraima, em Roraima, na manhã da última quinta-feira (6).

Segundo a Polícia Federal (PF), a mulher estava voltando da Venezuela a pé e foi abordada durante uma fiscalização de rotina. Além de encontrarem o ouro, os agentes acharam cerca de US$ 4.200 escondidos em um fundo falso.

Depois de ser abordada, a mulher foi presa e deverá responder pelo crime de contrabando. Caso seja condenada, ela poderá pegar uma pena de dois a cinco anos de reclusão.

Veja Também:  Feto é encontrado dentro de lixeira de mercado em Minas Gerais
Continue lendo

Nacional

Caso Miguel: pedido de investigação contra prefeito de Tamandaré é arquivado

Publicado


source
homem
Reprodução

Sérgio Hacker (PSB) é acusado de improbidade administrativa por ter pago doméstica com dinheiro público

O pedido de investigação contra Sérgio Hacker (PSB), prefeito da cidade de Tamandaré, no Litoral Sul de Pernambuco , foi arquivado por vereadores da cidade nesta quinta-feira (6). O político é ex-patrão de Mirtes Renata Santana, mãe do menino Miguel,  morto ao cair do nono andar do edifício de luxo no qual Hacker morava na cidade de Recife em junho.

Pouco após a morte do menino, o nome de Mirtes foi encontrado no portal da transparência do município pernambucano como prestadora de serviço.  A mulher afirmou que não sabia que recebia por meio da folha de pagamento da cidade e pediu demissão.

Veja Também:  De "gripezinha" a "vamos tocar a vida": as vezes que Bolsonaro minimizou a Covid

A abertura do pedido de investigação foi registrada por um morador de Tamandaré, que pedia a abertura de uma CPI em busca de outros funcionários irregulares na prefeitura. Apesar da repercussão do caso, apenas três parlamentares votaram a favor da abertura da investigação. Sete deles foram contra.

Caso Miguel

O menino Miguel Otávio morreu após cair do nono andar do edifício de luxo no qual a mãe trabalhava no Centro do Recife no dia 2 de junho. No momento do acidente, Mirtes andava com o animal de estimação da família no térreo do prédio e a patroa dela, que fazia a unha dentro do apartamento, tinha ficado responsável pelo garoto.

A ex-patroa de Mirtes e esposa de Sérgio Hacker, Sari Gaspar Corte Real, aparece nas imagens de câmeras de segurança deixando a criança usar o elevador sozinha e, aparentemente, apertando um botão. Ela virou ré por abandono de incapaz.

Continue lendo

Nacional

Feto é encontrado dentro de lixeira de mercado em Minas Gerais

Publicado


source
Delegacia Contagem
Reprodução/Google Earth

Caso será investigado pela Polícia Civil de Contagem.

Funcionárias de um mercado localizado dentro de um complexo de shoppings encontraram um feto dentro de uma lixeira. O caso aconteceu na cidade de Contagem, em Minas Gerais, na noite da última quinta-feira (6).

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o gerente do local disse que as funcionárias estavam limpando o estabelecimento depois do fim do expediente.

Elas encontraram o feto dentro de um saco plástico em um banheiro para deficientes. Uma fronha também foi encontrada ao lado dele.

A perícia constatou que o parto foi realizado horas antes de o corpo do feto ser encontrado. Até o momento, a identidade da pessoa que deixou o feto no banheiro é desconhecida.

Veja Também:  Caso Miguel: pedido de investigação contra prefeito de Tamandaré é arquivado

O caso será investigado pela Polícia Civil de Contagem. O gerente disse ainda que as câmeras de segurança do corredor do banheiro poderão ajudar na identificação da pessoa que abandonou o corpo.

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana