conecte-se conosco


Carros

Sony deixa o Brasil e vai fazer carro elétrico na Europa

Publicado


source
Sony Vision-S está sendo desenvolvido em parceria com a Magna International
Reprodução

Sony Vision-S está sendo desenvolvido em parceria com a Magna International

Junto da Ford, a Sony foi outra grande marca internacional que recentemente anunciou o fechamento da sua fábrica no Brasil, localizada na Zona Franca de Manaus e que deixa de operar em março. Em nota divulgada em setembro passado, a empresa japonesa informou que a decisão foi tomada para fortalecer o negócio e ajudar a empresa a “responder às rápidas mudanças no ambiente externo”.

E uma dessas mudanças de direção da Sony, que hoje é famosa por seus eletrônicos e pelos consoles PlayStation , é o Vision-S , um carro elétrico que está sendo criado em parceria com a austríaca Magna International. Na CES (Consumer Electronics Show) 2021, a empresa informou que já iniciou os testes do veículo em vias públicas, rodando pelas estradas da Áustria.

Mostrado pela primeira vez na edição de 2020 da feira de tecnologia, o veículo está equipado atualmente com um conjunto de 40 sensores, entre câmeras, radares e LiDAR, que garantem a operação da direção semiautônoma de nível 2+ (previsto para se tornar autônomo no futuro) e do sistema de estacionamento automático.

Outros destaques do pacote tecnológico do modelo são os retrovisores digitais (com câmeras no lugar dos espelhos) e um sistema avançado de reconhecimento de voz que trabalha em conjunto com uma câmera para fazer a leitura labial do motorista.

Veja Também:  Volkswagen recria na Europa o colorido Polo Harlekin

Fiel à tradicão da marca, o sistema de entretenimento de bordo é outro destaque do Vision-S, com sistema de som imersivo que cria “bolhas” em volta da cabeça dos quatro ocupantes, um painel digital panorâmico e até a possibilidade de jogar remotamente o PlayStation que você deixou em casa, graças à compatibilidade do veículo com a rede 5G.

Com 4,895 m de comprimento e entre-eixos de 3,030 m, o carro da Sony é um sedã de porte grande (pouco maior do que um Honda Accord ) e com peso de 2.350 kg. Mas os dois motores (um para cada eixo) de 272 cv garantem que o Vision-S acelere de 0-100 km/h em 4,8 segundos, com velocidade máxima de 240 km/h.

O Sony Vision-S ainda não tem previsão para chegar aos consumidores. O modelo será fabricado na Áustria, na mesma fábrica responsável atualmente pela produção de carros como o Mercedes-Benz Classe G, o esportivo BMW Z4 e o elétrico Jaguar I-Pace .

Fonte: IG CARROS

publicidade

Carros

Mercedes-Benz revela o EQA, novo SUV de entrada 100% elétrico

Publicado


source
Mercedes-Benz EQA
Divulgação

Mercedes-Benz EQA é feito com base no GLA; novas versões são aguardadas para 2021

A Mercedes-Benz revela o novo EQA , SUV 100% elétrico que ficará posicionado abaixo do EQC. Aguardado no Brasil, o carro chegará às concessionárias europeias em fevereiro na versão 250, a partir de 47 mil euros (R$ 308 mil em conversão simples). 

O novo SUV de entrada da Mercedes-Benz é baseado no GLA . Por ser um modelo elétrico que não precisa de entradas de ar, a fabricante alemã adicionou um grande escudo em preto brilhante na grade frontal, que contrasta muito bem com os faróis full-LED. Na traseira, as lanternas do EQA 250 são interligadas por um filete de LED.

Seu interior é predominantemente o mesmo do Mercedes-Benz GLA, porém ostentando novas combinações de cores e acabamentos. A central multimídia MBUX interligada ao cluster de 10 polegadas será item opcional, uma vez que as versões menos equipadas terão duas telas separadas de 7 polegadas.

Veja Também:  Suzuki revela linha 2021 da GSX no Japão; veja os detalhes

Conectividade

Mercedes-Benz EQA
Divulgação

Mercedes-Benz EQA aposta na conectividade para deixar sua condução mais eficiente e segura

Entre os novos recursos que estreiam no Mercedes-Benz EQA , destaque para o sistema de navegação inteligente (“Navigation with Electric Intelligence”), que traça a melhor rota no GPS com base na autonomia restante do SUV, sempre dando preferência por vias que tenham carregadores rápidos.

Você viu?

Em uma unidade rápida de recarga, o proprietário do Mercedes-Benz EQA poderá recuperar até 80% em apenas 30 minutos, segundo a fabricante. O SUV será vendido nas concessionárias com um carregador convencional, que pode ser plugado em qualquer tomada.

A marca também anuncia um novo pacote de assinatura chamado “Mercedes me Charge”, onde os proprietários de seus veículos elétricos terão acesso a uma rede de mais de 450 mil carregadores rápidos pela Europa.

O motor elétrico é capaz de desenvolver 190 cv de potência e 37 kgfm de torque nas rodas dianteiras, junto do conjunto de baterias de lítio de  66,5 kWh. Sua autonomia total com a carga completa é de 426 km, segundo a fabricante,

Veja Também:  Raro Bugatti fica mais de 50 anos guardado e vai a leilão

O EQA 25 0 será o primeiro de uma nova família de SUVs elétricos da Mercedes-Benz . Novas versões são aguardadas ao longo de 20201, com tração integral e mais de 260 cv de potência. Um modelo capaz de percorrer mais de 500 km com carga completa também está nos planos da marca. 

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros

Volkswagen recria na Europa o colorido Polo Harlekin

Publicado


source
Volkswagen Polo Harlekin
Divulgação

Volkswagen Polo Harlekin de 2021 e o original, de 1995, ao fundo. Pintura coloria para contrastar com clima melancólico inglês

Você viu?

Para prestar uma homenagem ao Polo Harlekin de 1995, a filial da Volkswagen na Holanda decidiu criar um exemplar único do atual Polo de 6ª geração, que reproduz nos painéis da carroceria o mesmo padrão de cores usado na série especial dos anos 1990.

O Polo Harlekin surgiu originalmente em 1994, como um carro para ser distribuído apenas em concessionários alemães com o objetivo de exibir a paleta de cores do compacto. O resultado foi tão bem aceito entre o público que a Volkswagen decidiu transformar o Polo colorido uma série especial do carro de 3ª geração, que teve uma produção total de 3.800 unidades em 1995.

Veja Também:  Raro Bugatti fica mais de 50 anos guardado e vai a leilão

Para produzir o Harlekin, quatro unidades do VW Polo eram produzidas normalmente nas cores azul, vermelho, amarelo e verde. Esses carros eram então levados a uma outra área da fábrica e tinham as portas, capô, para-choques e para-lamas trocados entre eles. Não era um trabalho aleatório. A ideia era impedir que duas cores se repetissem em peças intercambiáveis.

A cor original do modelo poderia ser notada nas partes fixas da carroceria e dentro do compartimento do motor. Para tornar a brincadeira ainda mais interessante, o comprador do Harlekin não tinha o direito de escolher qual seria a cor base do seu carro. No interior, o Polo tinha como destaque os bancos com padronagem exclusiva e a presença de um radio Blaupunkt.

A mesma fórmula do Polo Harlekin foi repetida pela filial da Volkswagen nos Estados Unidos, que encomendou na fábrica mexicana de Puebla 264 unidades da série especial Golf Harlequin (grafado com “Harlequin” mesmo) e até na Argentina, onde unidades do Gol montadas na fábrica de General Pacheco tinham os paineis da carroceria trocados para se transformarem na série especial Top.

Veja Também:  Com preço de picape, trailer Heartland Lithium tem até garagem

Lançado na Europa em 2017, o VW Polo de 6ª geração irá passar este ano pela sua primeira reestilização no mercado europeu. As mudanças devem inspirar a futura reestilização do Polo brasileiro, que começou a ser feito também em 2017 na fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Por aqui, o destaque do compacto deverá ser o lançamento da nova versão de entrada Track, que vai manter o visual inauterado, mas com a adição de elementos estéticos dos modelos aventureiros.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros

KTM lança 890 Duke 2021, que foi antecipada no Salão de Milão

Publicado


source
KTM 890 Duke
Divulgação

KTM 890 Duke, a nova esportiva abaixo da 890 Duke R passa a fazer parte da linha de modelos da marca austríaca

A KTM faz a apresentação global da 890 Duke , modelo que foi antecipado durante o Salão de Milão (Itália) em 2019. A motocicleta passa a complementar o catálogo das 890cc da fabricante austríaca, que já conta com os modelos 890 Adventure e 890 Duke R.

Na comparação com a KTM 890 Duke R , o novo modelo é menos potente. São 115 cv de potência e 9,1 kgfm de torque, contra 121 cv e 9,8 kgfm da versão esportiva R. Na parte estrutural, as motocicletas são praticamente idênticas, mantendo o mesmo subquadro e suspensão.

Enquanto a KTM 890 Duke R conta com freios Brembo, a 890 Duke tem conjunto convencional para uso urbano. Os pneus são da Continental. A KTM 890 Duke integra três modos de condução: chuva, rua e esportivo. Dentro deste último, o piloto ainda poderá ajustar a resposta do acelerador e dos freios ABS.

Veja Também:  Microsoft investe na General Motors para desenvolver carros autônomos

O preço da KTM 890 Duke ainda não foi revelado na Europa. O modelo ainda não foi confirmado para o Brasil, onde a KTM vende as motos enduro 250 EXC-F , 300 EXC e 350 EXC-F , além dos modelos naked 200 Duke e 390 Duke

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana