conecte-se conosco


Mato Grosso

Unidade se consolida como maior projeto de formação em artes cênicas de MT

Publicado

Maior projeto de artes cênicas de Mato Grosso, a MT Escola de Teatro oferece o curso superior de Tecnologia em Teatro, gratuitamente, para os 60 alunos matriculados na instituição. Com três anos atuando em Mato Grosso, formou duas turmas com 100 artistas e hoje os profissionais graduados atuam tanto em Mato Grosso quanto fora do Estado, nas áreas de teatro, cinema, televisão e docência.

Vinculada à Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), a escola é gerida em parceria com a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), a Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap) e a Associação Cultural Cena Onze.

“Enquanto prática artística, o teatro é capaz de gerar experiências que ampliam horizontes, discutem temas urgentes, provoca emoções, reflexões e divertimento. Também é fonte de renda, movimenta a economia e está presente no cotidiano das comunidades. Por isso, é fundamental que o Estado fomente e crie possibilidades de estruturação do setor, como ocorre via MT Escola de Teatro, que, pelo acesso à formação, tem sido uma das mais importantes políticas públicas do desenvolvimento das artes em Mato Grosso”, destaca o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Allan Kardec.

Danielle Souziel, 21 anos, formou em 2018, na primeira turma da MT Escola de Teatro. Começou fazendo teatro na escola e viu no curso superior uma oportunidade de se profissionalizar e viver como atriz.

“A MT Escola foi uma experiência pessoal e profissional. Antes, eu era uma menina sonhando com uma profissão de glamour, depois vi que não tem mordomia não. É preciso estudar muito e trabalhar duro. Hoje tenho uma visão mais real do que é a profissão. Mas, mesmo diante das dificuldades, a vivência desses anos me deu a certeza de que é o que eu quero pra vida toda”.

Atualmente Danielle participa do Coletivo Atro, um grupo composto por ex-alunos da MT Escola de Teatro, que já emplacou a peça ‘Encardidos’ na mostra nacional do Itaú Cultural, realizada ano passado, em São Paulo.

‘Encardidos’ também foi vencedora do 12º Festival de Teatro Velha Joana de Primavera do Leste, e aborda a história do povo negro em uma leitura de submissão e poder. Além disso, a atriz já atuou em filmes regionais, faz propagandas para empresas locais e participa de montagens em outros grupos teatrais, como o Cena Onze.

Outro espetáculo composto por artistas vinculados à MT Escola e selecionado para a Mostra do Itaú Cultural foi ‘A Vila de Pantolux’, do Grupo Penumbra. A peça questiona o uso da energia, e a nossa necessidade de consumir cada vez. A mostra do Itaú Cultural de 2020, voltada a estudantes de universidades e cursos técnicos de teatro do Brasil, está acontecendo em São Paulo, e termina em 26 de janeiro.

Veja Também:  Polícia Civil e sociedade organizada lançam obra de nova delegacia

O diretor artístico da MT Escola de Teatro e do Cine Teatro Cuiabá, Flávio Ferreira, ressalta o crescimento do mercado após a criação da instituição no Estado. Ele destaca que, a todo semestre, novos grupos são formados, profissionais ampliam as oportunidades de atuação, seja no teatro, no audiovisual ou mesmo na docência. No próprio Cine Teatro Cuiabá, foi necessário abrir a Sala Anderson Flores, além do palco principal para 515 lugares, para ampliar os espaços de apresentações.

Para 2020, a perspectiva é de promover uma melhor ocupação dos equipamentos culturais do Estado, continuando com os ensaios no Palácio da Instrução e iniciando alguns trabalhos na Casa Cuiabana. Além disso, Flávio Ferreira cita a inauguração de novos espaços por grupos de artistas, como o Espaço Mosaico, em Cuiabá.

“Com a formação, os profissionais se sentem mais empoderados, começam a indicar os caminhos, a cultura passa a ser vista também pelo retorno financeiro que gera à sociedade”, complementa Flávio.

Ex-aluna segunda turma da MT Escola de Teatro, Heloíse Godoy atua como professora de direção na própria instituição que a formou. Ela, que também trabalha com televisão, dá aulas em escolas particulares de Cuiabá e está mestrado, conta que o curso superior mudou o rumo da sua vida.

“Eu fiquei 10 anos fora do teatro, trabalhando na área comercial. Não tinha cursos em Cuiabá, eu não tinha como sair da cidade para estudar fora, quando abriu a MT Escola aqui foi a realização de um sonho. Voltei para o teatro aos 31 anos, hoje estou com 33, e o diploma foi fundamental para a retomada”.

Além do fomento do mercado, a MT Escola de Teatro prioriza promover o intercâmbio entre estudantes, de modo que eles vivenciem novas experiências e tragam conhecimento e percepções de outras cidades para Cuiabá. Em novembro de 2019, estudantes do curso superior participaram da 20ª edição do Festival Satyrianas,  um dos mais importantes do Brasil, com as peças In-Cômodos, Lugar Nenhum, Encruza e ContrAção.

Esta é a terceira ação de intercâmbio envolvendo o festival, ocasião em que os alunos da MT Escola de Teatro têm oportunidade de vivenciar uma rica e diversificada experiência de programação que une artes cênicas, música, cinema, gastronomia e literatura num único festival.

Outra importante iniciativa de intercâmbio foi propiciar a estudantes de Mato Grosso estudar na SP Escola de Teatro, em São Paulo. Para o coordenador da MT Escola, Rodolfo García Vásquez, que também é da direção da SP Escola, nesses três anos de funcionamento, a instituição tem promovido o maior projeto de qualificação profissional das artes cênicas, tanto para áreas mais técnicas quanto para as artísticas.

Veja Também:  Obras serão retomadas logo após a definição do vencedor da licitação

“Considerando que não havia oferta de formação em algumas áreas, o impacto é imediato. A atuação dos agentes culturais está forte, novos grupos são formados, profissionais estão inseridos no mercado. O teatro agrega em várias áreas, e tem um efeito exponencial no desenvolvimento da cultura e da economia”.

Além da participação em festivais nacionais, os estudantes também promovem a Mostra de Cenas, no Cine Teatro Cuiabá. A mostra ocorre a cada fim de semestre, e possibilita que os artistas estudantes coloquem em prática o conhecimento e a técnica trabalhados no curso. Ao todo, já foram realizadas seis edições da Mostra de Cenas, sempre lotando plateias, provocando reflexões e emocionando o público.

“A MT Escola de Teatro um projeto de muito sucesso, que tem transformado profundamente a realidade das artes cênicas de Mato Grosso. Nunca antes vimos tantos profissionais atuando, realizando seus espetáculos, produzindo, formando público, construindo projetos, sendo vistos e emocionando plateias”, comenta o secretário.

Artistas e estudantes que buscam formação nas artes cênicas em Mato Grosso têm oportunidade de ingressar na MT Escola de Teatro, que está com inscrições abertas até 10 de fevereiro para o vestibular do curso Tecnologia em Teatro, credenciado pela Universidade de Mato Grosso (Unemat). Outra oportunidade envolvendo a escola é o ingresso de novos professores ao quadro de docentes, que serão definidos por processo seletivo aberto até 22 de janeiro.

O vestibular oferece 50 vagas para o curso presencial, com ênfase nas áreas de atuação, cenografia e figurino, direção, dramaturgia, iluminação, sonoplastia e produção cultural. Ao final do curso, o estudante recebe o certificado de tecnólogo. A MT Escola de Teatro funciona no Cine Teatro Cuiabá, e as aulas ocorrem nos fins de semana.

As inscrições para o vestibular são feitas online, pelo site www.unemat.br/vestibular, e o valor é de R$ 60. Inicialmente, o prazo era até domingo (19.01), mas foi prorrogado para 10 de fevereiro. Para mais informações sobre o processo seletivo, clique aqui. As aulas começarão em 06 de março.

As vagas para professores são destinadas a profissionais de Mato Grosso, com nível superior e/ou pós-graduação em Artes Cênicas ou áreas correlatas. Também é preciso comprovar experiência de cinco anos. São 13 vagas para as seguintes áreas: Atuação, Direção e Dramaturgia; Cenografia, Figurino, Iluminação e Sonoplastia; e Produção.

O processo seletivo será feito por análise de currículo, que deve ser enviado até 22 de janeiro. O edital de seleção poderá ser consultado aqui.

Serviço

A MT Escola de Teatro funciona no mesmo espaço do Cine Teatro Cuiabá, localizado na Avenida Presidente Getúlio Várgas, 247, Centro de Cuiabá. Telefone: (65) 2129-3848. Site: http://mtescoladeteatro.org.br/ Email:  http://mtescoladeteatro.org.br/

Fonte: GOV MT
publicidade

Mato Grosso

Cooperação entre Governo e prefeituras vai possibilitar pavimentação de 86 km de rodovias

Publicado

Em parceria com as prefeituras de Porto dos Gaúchos e Ipiranga do Norte (a 650 km e 439 km de Cuiabá, respectivamente), o Governo do Estado irá pavimentar 86,2 km de trechos das rodovias MT-220 e MT-010.

O termo de cooperação com os municípios foi assinado nesta quinta-feira (27.02) pelo governador Mauro Mendes, vice-governador Otaviano Pivetta, secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, e prefeitos de Porto dos Gaúchos, Moacir Piovesan, e Ipiranga do Norte, Pedro Ferronato.

A obra será licitada pela Sinfra e alguns serviços serão executados diretamente pelas prefeituras, sem transferência de recursos, como obras complementares, sinalização e controle e recuperação ambiental, além do licenciamento e autorização de exploração das jazidas. Dessa forma, o Estado espera entregar obras de qualidade com custo mais baixo.

Segundo o governador Mauro Mendes, essa parceria é um novo modelo de trabalho adotado pelo Estado. “Essa é uma nova metodologia de trabalhar junto com as prefeituras, baixando o custo para o Governo do Estado e efetivamente entregando obras aos nossos cidadãos de Mato Grosso”, disse.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, os custos das obras serão menores porque os municípios serão responsáveis pela licitação de alguns itens, que seriam de responsabilidade da Sinfra, caso não houvesse a cooperação.

Assinatura do termo de cooperação reuniu o vice-governador Otaviano Pivetta, o secretário Marcelo de Oliveira e autoridades

Veja Também:  Mais de 15 mil pessoas são atendidas pelo projeto ‘Bairro Integrado’

“Os municípios assumem essa responsabilidade, que sai da nossa planilha de licitação. E como a Sinfra hoje está pagando em dia os fornecedores, as nossas licitações estão tendo deságio. Estamos em um novo tempo, de trabalho, dedicação e pagamentos corretos que estão mudando a história do Estado. Por isso estamos conseguindo lançar essas parcerias hoje”, disse o secretário.

Menor custo por quilômetro

Pelo termo de cooperação serão pavimentados 64,13 quilômetros na rodovia MT-220, no trecho que vai do entroncamento da BR-163 até o entroncamento da MT-170, em Porto dos Gaúchos. O prazo de execução das obras é de 24 meses e valor referência Sinfra para licitação será de R$ 44 milhões.  

“Com a média que estamos tendo em deságio de nossas licitações, essa obra pode ficar por R$ 40 milhões, o que significaria o custo de R$ 600 mil por quilômetro de pavimentação. Bem mais barato. Já em Ipiranga do Norte, a obra poderá sair por menos de R$ 500 mil por quilômetro de pavimentação”, explicou o secretário.

Em Ipiranga do Norte serão pavimentados 22,14 quilômetros na rodovia MT-010, do trecho do entroncamento da MT-484 até o entroncamento da MT-242. A execução está prevista para ocorrer em oito meses e o valor referência Sinfra é de pouco mais de R$ 11 milhões.

Prefeitos celebram assinatura do termo de cooperação

Veja Também:  Carnaval 2020: Ações preventivas garantem segurança dos foliões em Mato Grosso

Desenvolvimento sócio-econômico

Para o prefeito de Porto dos Gaúchos Moacir Piovesan, a obra não apenas traz dignidade para os moradores da região, como vai incentivar o desenvolvimento econômico, uma vez que deve melhorar o escoamento da produção agrícola.

“O vale do Arinos já produz mais de 300 mil hectares e pode chegar a 1 milhão de hectares de soja. Então, além de ser uma obra para a população, é um investimento para o Estado. O governador tem ajudado imensamente nosso município. Toda a região vai produzir muito mais”, disse.

Ainda segundo Piovesan, o termo de cooperação é uma excelente iniciativa para que os prefeitos consigam melhorar a vida dos seus munícipes. “Que os prefeitos encarem essas cooperações, porque isso é muito importante para que o Estado se desenvolva mais e todo mundo ganhe. Tanto os municípios, quanto o Estado e, principalmente, a população”, afirmou.

O prefeito de Ipiranga do Norte, Pedro Ferronato, lembrou que a obra na região é um sonho antigo, que se torna realidade graças a esse modelo de cooperação. “É uma obra de suma importância para a região e um sonho da comunidade. Abrange de 400 mil a 500 mil hectares de lavoura. Então, com certeza será um feito muito bom para a sociedade e o Estado. É uma alegria. Só temos a agradecer ao Governo do Estado”, encerrou. 

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Secretaria de Saúde acompanha ações locais sobre coronavírus

Publicado

A Secretaria Estadual de Sau´de, por meio do Centro de Operac¸o~es em Emerge^ncia a Sau´de Pu´blica para o COVID-19, acompanha duas pessoas, nos munici´pios de Glo´ria D’Oeste e Alto Taquari, e esclarece que imediatamente foram acionados os servic¸os de sau´de locais para o monitoramento e a tomada de medidas que envolvem cuidados cli´nicos, investigac¸a~o e orientac¸o~es.

Tais condutas seguem o protocolo estabelecido pelo Ministe´rio da Sau´de para o COVID-19, que visa a` protec¸a~o individual e coletiva. A SES destaca que, com o Decreto de Emerge^ncia de Sau´de Pu´blica de Interesse Nacional para o COVID -19, as ac¸o~es que envolvem qualquer caso de Si´ndrome Gripal devem ser priorizadas e todas as condutas protocolares devem ser rigorosamente seguidas no sentido de garantir o contingenciamento do risco de disseminac¸a~o do vi´rus.

O o´rga~o estadual ainda reforc¸a que todo caso suspeito, apo´s a notificac¸a~o do caso no sistema de informac¸a~o pelo servic¸o, e´ enviado ao Ministe´rio da Sau´de que avalia e declara se o caso e´ suspeito ou na~o.

Os sites da SES (http://www.saude.mt.gov.br/informe/581¿) e do Ministe´rio da Sau´de (https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus¿) dispo~em de informac¸o~es acerca do coronavi´rus, sendo essas as informac¸o~es oficiais.

Veja Também:  Polícia Civil e sociedade organizada lançam obra de nova delegacia

A orientac¸a~o e´ de que na~o sejam divulgadas informac¸o~es que na~o sejam oficiais, pois divulgar noti´cias falsas causa pa^nico e atrapalha a conduc¸a~o dos trabalhos pelos servic¸os de sau´de.

O Ministe´rio da Sau´de orienta os cuidados ba´sicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecc¸o~es respirato´rias agudas, incluindo o novo coronavi´rus. Entre as medidas esta~o:

¿ evitar contato pro´ximo com pessoas que sofrem de infecc¸o~es respirato´rias agudas;
¿ realizar lavagem frequente das ma~os, especialmente apo´s contato direto com pessoas doentes ou com
o meio ambiente;
¿ utilizar lenc¸o descarta´vel para higiene nasal;
¿ cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
¿ evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
¿ higienizar as ma~os apo´s tossir ou espirrar;
¿ na~o compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
¿ manter os ambientes bem ventilados;
¿ evitar contato pro´ximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doenc¸a;
¿ evitar contato pro´ximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criac¸o~es.
Profissionais de sau´de devem utilizar medidas de precauc¸a~o padra~o, de contato e de goti´culas (ma´scara ciru´rgica, luvas, avental na~o este´ril e o´culos de protec¸a~o).

Veja Também:  Inscrições para corrida 4º Bravo Rustic Run estão abertas

Centro de Informac¸o~es Estrate´gicas de Vigila^ncia em Sau´de
CIEVS-MT

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Recurso para campeonato de futebol amador foi liberado em 2020

Publicado

A emenda parlamentar liberada por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) para o campeonato de futebol amador “Peladão” foi paga somente em fevereiro de 2020, depois de passar por procedimentos administrativos iniciados no mês de outubro do ano passado. 

Em 2019, o evento não foi realizado. A planilha com supostas despesas do Pedalão 2019 divulgada em um site de notícias da capital se refere, na verdade, aos Jogos Abertos Mato-grossenses, competição disputada no final do ano por equipes da categoria adulta em quatro modalidades (basquete, handebol, futsal e vôlei). 

Com a liberação do recurso em 2020, a 12ª edição do maior evento de futebol amador do Centro-Oeste está agora com seu cronograma definido. 

As inscrições das equipes começaram no dia 17 de fevereiro e seguem até 19 março, no ginásio Aecim Tocantins. No dia 27 de março ocorre o Congresso Técnico para confirmação dos times e das chaves de disputa. E a partir de abril a bola começa a rolar.

Veja Também:  Agência de Fomento de MT reduz juros para operações da linha Agro

Durante seis meses, equipes de todo o Estado disputam o título do futebol amador “Peladão” em jogos nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Nossa Senhora do Livramento, Poconé, Acorizal, Jangada, Rosário Oeste, Nobres, Barão de Melgaço, Santo Antonio de Leverger e Chapada dos Guimarães.

A competição já conta com mais de 200 equipes inscritas, sendo metade do interior do Estado. A previsão é que cerca de 450 times participem desta edição que terá R$ 180 mil em premiações para os primeiros colocados. Além do recurso disponibilizado pela emenda parlamentar do deputado estadual Wilson Santos, o evento recebe também apoios da iniciativa privada. 

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana