conecte-se conosco


Carros

Veja 5 esportivos que gostaríamos de ter, mas o juízo não permite

Publicado

source

Sabe aquele negócio que você realmente gostaria de fechar, mas se pensasse duas vezes sobre o assunto sairia correndo? Pois bem, quem curte automóveis já está acostumado com essa sensação.

LEIA MAIS: Etanol ou gasolina? Especialista dá dicas sobre como identificar o melhor combustível

O modelo em questão é bonito, exclusivo, legal de dirigir e está com um preço convidativo no mercado de seminovos; mas se você levar em conta tudo que será gasto em uma eventual peça que dê defeito, o sonho logo se transformaria num pesadelo. Partindo disso, a reportagem do iG lista cinco esportivos que gostaríamos muito de levar para a garagem, mas a sanidade e o juízo ainda não permitiram.

1 – Mini Cabrio John Cooper Works 1.6 2012 – entre R$ 74 mil e R$ 79 mil

Mini JCW arrow-options
Divulgação

Poucos carros têm tanta personalidade quanto o Mini Cooper. Pena que a manutenção custe o olho da cara

Por trás do rostinho carismático e fofo do Mini Cabrio John Cooper Works se esconde uma fera indomável. O pequeno esportivo britânico entrega a 211 cv de potência e 26,51 kgfm de torque, derivados de um motor 1.6 que também equipa modelos de BMW, Peugeot e Citroën. Seu câmbio era manual, de seis marchas, proporcionando aceleração até 100 km/h em apenas 6,5 segundos.

Ser proprietário de um Mini Cooper é difícil. O mecânico Robson Silva contou à Oficina Brasil que o motor precisa caber em um pequeno espaço no cofre, e tudo ficou apertado. “É inacessível! Se for preciso tirar alguma peça, teremos que desmontar o carro inteiro”, advertiu. O Mini JCW surge nos classificados online por valores que alternam entre R$ 74 mil e R$ 79 mil.

Veja Também:  Projeto de lei com texto aprovado quer o fim dos carros a gasolina

2 – VW Jetta Variant 2.5 2011 – entre R$ 37 mil e R$ 43 mil

VW Jetta Variant arrow-options
Divulgação

Até os dias de hoje, a VW Jetta Variant é lembrada como uma das peruas mais belas do mercado brasileiro

Se você acompanha o iG Carros, sabe que jogamos pelo time ‘Salvem as Peruas’. A Jetta Variant foi uma das mais legais dos últimos anos, com visual clássico alemão, muita tecnologia e o motor 2.5 que muitos diziam ser “meio propulsor de Lamborghini Huracán”. Bem, isso não é verdade, mas a Jetta Variant não deixa de ser um monstro familiar. São 170 cv de potência e 24,5 kgfm de torque, com câmbio automático Tiptronic de seis marchas.

Como sabemos, a manutenção da linha premium da Volkswagen costuma ser bem cara, e não à toa, várias peças são compartilhadas com os carros da Audi. Por mais que adquirir uma Jetta Variant não seja necessariamente uma loucura para quem realmente curte peruas esportivas, é melhor deixar uma (boa) grana reservada para a manutenção.

3 – BMW 328 Touring 2.8 1997 – entre R$ 35 mil e R$ 40 mil

BMW 328i Touring arrow-options
Divulgação

Encontrar uma BMW 328i Touring em bom estado será sempre uma tarefa difícil; seu custo de manutenção é de carro zero quilômetro

Já dizia o velho ditado: “nada mais caro que uma BMW barata”. Portanto, para um lunático que deseja desfilar com uma perua alemã de 1997, pagar R$ 38 mil por uma Série 3 da geração E36 pode compensar.

Veja Também:  Fiat Palio é o veículo mais roubado durante o carnaval; veja a lista

LEIA MAIS: Veja 5 fatos que já sabemos sobre o novo Duster, que chega em breve

Equipada com motor 2.8 24V de 193 cv de potência e 28,5 kgfm de torque, a 328i Touring desperta todos os nossos gatilhos. Tinha até controle de estabilidade e tração para administrar tanta força. Infelizmente, o valor cobrado pelas peças de qualquer BMW não está nem aí para a idade do veículo. Sempre será uma verdadeira “bica”.

4 – Subaru Impreza WRX 2.5 2008 – a partir de R$ 58 mil

Subaru Impreza WRX 2009 arrow-options
Divulgação

Você dificilmente encontrará um Subaru Impreza WRX 2008 que não tenha sido alterado

Se o plano é comprar um Impreza WRX, você dificilmente encontrará um modelo original. Os “subaristas” são adeptos da cultura do tuning, portanto, é normal encontrar modelos com downpipe, filtro de ar especial e reprogramação de motor e câmbio.

O motor 2.5 desenvolve 230 cv de potência e incríveis 32,63 kgfm de torque. O câmbio manual de cinco velocidades transmite a força às quatro rodas, garantindo total aderência na hora de acelerar. De acordo com a marca, o WRX pode atingir 100 km/h em 6,5 segundos. Como um carro de nicho, as peças do Impreza também são bem caras.

5 – Peugeot 306 Cabriolet 2.0 1995 – a partir de R$ 25 mil

Peugeot 306 Cabriolet arrow-options
Divulgação

O charmoso Peugeot 306 Cabriolet poderia entrar para a lista de “clássicos esquecidos”, com motor 2.0, de 123 cv

Poucas pessoas sabem que é possível tirar onda de carro conversível por um valor acessível. É o caso do Peugeot 306 Cabriolet , com capota de lona, que pode ser encontrado nos classificados online a partir de R$ 25 mil – em bom estado, claro.

LEIA MAIS: Porsche apresenta novas versões GTS de Cayman e Boxster

Além de ser estiloso, o 306 Cabriolet é reconhecido pelo prazer ao volante. Seu motor 2.0 entrega 123 cv de potência e 18,3 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco velocidades. Há força suficiente para atingir 100 km/h em 12 segundos.

Fonte: IG Carros
publicidade

Carros

Falta de baterias faz Audi interromper produção de veículos elétricos

Publicado

source

Olhar Digital

O E-tron será o primeiro veículo SUV da Audi à base de eletricidade arrow-options
Divulgação

O E-tron será o primeiro veículo SUV da Audi à base de eletricidade

Com o objetivo de resolver problemas de produção, a  Audi  interrompeu temporariamente a fabricação do E-Tron SUV, seu veículo elétrico. Uma das principais dificuldades enfrentadas pela empresa foi o fornecimento das baterias usadas pelos veículos.

LEIA MAIS: Nissan terá novo SUV global abaixo do Kicks; veja detalhes

Essa interrupção pode ser decisiva para os negócios da Audi, que se preparava para começar a investir no modelo que, aliado a uma proposta mais esportiva, poderia acirrar a competição pelo mercado de carros elétricos, dominado atualmente pela Tesla.

De acordo a um porta-voz da empresa, a produção foi interrompida na última quinta-feira (20), com previsão de ser retomada na próxima terça-feira (25). Ano passado, a Audi vendeu 26.400 mil carros elétricos – devido à interrupção, eles se recusaram a comentar as estimativas para este ano.

Esse não é o primeiro problema enfrentado pela linha E-Tron da Audi . No ano passado, a empresa teve de tirá-lo de circulação devido a problemas que poderiam causar o incêndio dos primeiros modelos.

Veja Também:  Audi e-tron chega em abril na categoria dos SUVs elétricos

LEIA MAIS: Veja como anda o novo Audi Q3 2020, com motor de 150 cv

Mesmo com a interrupção de produção, a empresa parece manter os planos para o lançamento de dois novos veículos elétricos este ano: o  E-Tron Sportback e o E-Tron GT. Ambos com arquitetura aprimorada em uma estratégia da empresa para tentar restaurar a vantagem tecnológica da marca.

Esse problema pode afetar diretamente a chegada do modelo ao Brasil. Anteriormente, a Audi anunciou que o veículo elétrico seria lançado por aqui em abril. Por enquanto, devemos esperar que a empresa se manifeste sobre a interrupção da produção e sobre as entregas previstas do carro. 

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Ford planeja inaugurar serviço de carros autônomos em 2021

Publicado

source

Olhar Digital

ford arrow-options
Flávio SIlveira

Ford Ranger XLS

A Ford anunciou que pretende lançar um serviço comercial de carros autônomos nos Estados Unidos em 2021. Por enquanto, a montadora está realizando testes do que ela acredita ser um facilitador do acesso a transportes, mercadorias e empregos.

Leia também: Carregamento sem fio deve ser o futuro dos carros elétricos

O principal foco da companhia é priorizar a experiência do cliente para que os usuários se sintam confiantes para repetir as viagens “Não há atalhos quando se trata do lançamento de um serviço de veículos autônomos. Precisamos que as pessoas confiem o bastante na nossa tecnologia para entrar no veículo e, depois, amem a experiência o bastante para voltar”, explicou Jim Farley, presidente de Novos Negócios, Tecnologia e Estratégia da Ford .

Para garantir que o serviço tenha procura, será necessário atender às expectativas dos usuários quanto à limpeza, manutenção, recuperação e durabilidade dos veículos autônomos utilizados.

Para isso, a Ford contratou Scott Griffith, ex-CEO da Zipcar, empresa de compartilhamento de carros, para comandar sua divisão de veículos autônomos . “Scott está assumindo o papel crítico de liderar o desenvolvimento e a execução de nossa estratégia de entrada nesse mercado. Ele conhece os desafios de lançar um novo serviço de mobilidade com operações em larga escala, que envolvem uma mudança fundamental no comportamento do consumidor: a troca da propriedade do carro pelo seu compartilhamento”, acrescentou Farley.

Veja Também:  Audi e-tron chega em abril na categoria dos SUVs elétricos

Agora, durante o período de testes, o serviço funcionará apenas em algumas cidades estadunidenses, mas a intenção da montadora é expandir o segmento futuramente. “Operar em um número limitado de cidades nos permitirá definir o modelo de negócios, a experiência do cliente e ter uma compreensão ampla das parcerias necessárias para lançar um serviço totalmente novo. Vencida essa etapa inicial, o avanço nas próximas cidades será muito mais fácil”, afirmou Farley.

Via: TI Inside

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros

Primeiro SUV elétrico da Audi chega ao Brasil em abril

Publicado

source
audi arrow-options
Divulgação

O E-tron será o primeiro veículo SUV da Audi à base de eletricidade

Olhar Digital

Com a onda dos carros elétricos chegando ao Brasil, a Audi anunciou, na última quinta-feira (20), que estreará seu segmento no país com o E-Tron, primeiro SUV da marca à base de eletricidade.

Leia também: Nissa terá novo SUV global abaixo do Kicks; veja o teaser

Além de divulgar que o e-tron está prestes a chegar ao país, a montadora alemã apresentou as informações técnicas e preços do veículo. Para começar, a autonomia do carro elétrico é bem alta e não deve deixar seus usuários na mão. Com uma carga completa, o SUV pode percorrer até 436 km.

Quanto à eletricidade, o e-tron pode receber cargas de até 80% em um intervalo de 30 minutos se estiver conectado a estações rápidas com potência de 150 kW. O usuário pode optar, também, por utilizar a Wallbox, sistema de carregamento incluso no preço do veículo, que possui 22 kW e demora quatro horas e meia para fornecer uma recarga completa.

Veja Também:  Royal Enfield testa modelo que deve substituir as 500 cc

O veículo, que já está em pré-venda por R$ 490 mil desde novembro de 2019, conta com emissão neutra de CO² em seus dois motores elétricos com potência de 300 kW, o equivalente a 408 cavalos e velocidade máxima de 200 km/h.

Seus retrovisores externos são, na verdade, câmeras. Chamados de retrovisores virtuais, os dispositivos permitem melhor visualização durante qualquer período do dia, se destacando, inclusive, em viagens noturnas.

Diferentemente das especificações, o preço não é dos mais atrativos: o modelo de entrada custa R$ 459.990. Para quem já tem um Audi, a boa notícia é que podem ser descontados até R$ 20 mil do valor integral como bônus pela valorização do usado.

E quanto à recarga do veículo? A Audi informou que investirá R$ 10 milhões para criar 200 estações pelo país até 2022. 

Leia também: Audi Q3 retorna totalmente renovado para enfrentar os rivais

O modelo será vendido em 14 concessionárias do país, dentre elas: nas cidades de Barueri (SP), Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Londrina (PR), Florianópolis, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Vitória, além de três apenas na capital paulista. Segundo a assessoria, as lojas estarão preparadas com atendimento de técnicos especializados em venda e manutenção.   

Veja Também:  Audi Q3 retorna totalmente renovado para enfrentar os rivais

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana