conecte-se conosco


Economia

Vida nova? 6 dicas para mudar (ou entrar) em uma carreira diferente em 2020

Publicado

source
funcionária feliz arrow-options
shutterstock

Retomada na economia pode moivar uma mudança de carreira em 2020

Depois de  chegar a um contingente de 13,5 milhões de desempregados no primeiro trimestre de 2017, segundo o IBGE, o Brasil começa a apresentar sinais de recuperação na economia

O número de desempregados no trimestre terminado em outubro deste ano é de 12,4 milhões, ainda de acordo com o IBGE, e nos dez primeiros meses de 2019, o saldo de empregos formais é positivo em 841,5 mil vagas.

5 dicas de ouro para se dar bem em uma entrevista por vídeo

Muitas vezes, porém, essas oportunidades não estão no mercado de atuação de quem ainda busca por uma oportunidade ou não vê muito futuro no emprego atual. 

Por isso, mudar de carreira tem se tornado uma alternativa para um número cada vez maior de pessoas.

Um levantamento da empresa de tecnologia Hotmart de setembro deste ano apontou algumas profissões que estarão em alta no ano que vem como: desenvolvedor de software, especialista em experiência, digital influencer, professor on-line, coach, profissional de marketing digital são alguns exemplos.

Veja Também:  INSS vai liberar dinheiro atrasados para segurados da revisão do artigo 29 l Veja se você tem direito

Melhor não: 4 perguntas que nunca devem ser feitas em uma entrevista de emprego

Mas como fazer essa migração?

O grupo suíço de consultoria em Recursos Humanos  Adecco levantou 6  atitudes básicas  para quem, com um bom planejamento, pretende iniciar um nova carreira em 2020.

Passo 1

Saber quais os requisitos necessários do novo setor e se capacitar neles. A consultoria observa que a oferta de recursos para capacitação aumentou muito nos últimos anos e vale a pena aproveitar aqueles disponíveis na internet, em organizações e instituições voltadas para o setor escolhido. 

Passo 2

Busque alguma experiência na nova área , seja como colaborador pontual, estagiário ou simplesmente voluntário. São formas de criar experiência no novo campo de interesse. Não tenha medo de arriscar e procurar empresas ou instituições que atuam no novo ramo.  

Passo 3

Invista em uma nova rede de contatos . Além de procurar empresas, busque profissionais do novo mercado de interesse que você admira ou se identifica. Eles podem oferecer dicas valiosas.

As 5 perguntas mais difíceis de uma entrevista de emprego: saiba o que responder

Veja Também:  Bolsa Família pode subir de R$ 130 para R$ 400 com Bolsonaro

Passo 4

Mostre-se! Participar de fóruns, conferências ou eventos de networking ajuda a estabelecer relações com outros profissionais que partilham os mesmos interesses e, claro, podem render indicações.

Passo 5

Mude seu currículo . Se a ideia é atuar em uma nova área, não adianta apresentar um currículo antigo. Um bom começo é adaptar as suas cartas de apresentação , currículos e perfis online incluindo seu novo objetivo profissional. Lembre-se de também reformular as palavras-chave no seu perfil.

Passo 6

Quando estiver preparado, busque as empresas mais relevantes do novo setor.  A auto-candidatura é uma ferramenta importante para quem está entrando em uma nova área. Invista em uma boa comunicação para iniciar a nova vida profissional.


Fonte: IG Economia
publicidade

Economia

Bolsa Família pode subir de R$ 130 para R$ 400 com Bolsonaro

Publicado

(Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Fohapress)

Bolsa Família pode ser de R$ 130 para R$ 400 com Bolsonaro. O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou que os beneficiários do Bolsa Família, com mais de 60 anos, recebem, em média, R$ 130 por mês e serão beneficiados pela regra proposta na reforma de pagamento de R$ 400 por mês a partir dessa idade.

Questionado sobre a perda de renda para quem tem entre 65 e 70 anos (idade mínima a partir do qual será pago um salário mínimo no benefício de prestação continuada se a proposta do governo for aprovada), ele declarou que a ideia é não fragilizar o regime de contribuição, ou seja, desestimular as contribuições por parte dos trabalhadores.

“Isso precisa ficar claro para a sociedade. Hoje, não há nitidez entre o que é assistência e previdência. Metade da força de trabalho não contribui [para a Previdência] e terá de ser ajudada com 65 anos. Temos de ajudar, e um pacto moral; Mas não podemos ajudar a fragilizar o sistema contributivo [desestimulando contribuições]”, declarou ele.

Veja Também:  Bolsa Família pode subir de R$ 130 para R$ 400 com Bolsonaro

REGRAS

O BPC está previsto na Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS). Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente.

Pela proposta de reforma, apresentada ao Legislativo pelo presidente Jair Bolsonaro, permanece a exigência de que os beneficiários tenham renda mensal per capita inferior a 1/4 do salário mínimo, e determina também que tenham patrimônio inferior a 98 mil (Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida).

Telefone 135 do INSS para pedidos de certidão de saques

DEFICIÊNCIA

Para as pessoas com deficiência, o governo não propôs alterar a regra – eles continuam tendo direito ao benefício de um salário mínimo sem limite de idade.

A proposta de reforma da Previdência Social do governo, entregue ao Congresso Nacional nesta quarta-feira (20), determina que idosos sem meios de se sustentar terão de aguardar até os 70 anos para receber integralmente o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Atualmente, o benefício, no valor de um salário mínimo, é pago mensalmente à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprove não possuir meios de se sustentar, e nem de ter auxílio da família.

Veja Também:  Residencial Padre Lothar l Cooperativa Sicoob realiza ação junto à comunidade visando aproximação com a população.

Bolsonaro entrega proposta de reforma da Previdência a Rodrigo Maia (DEM-RJ) na Câmara dos Deputados — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O governo propõe o pagamento de um valor menor, de R$ 400, a partir dos 60 anos de idade.

Se esse idoso não tiver o tempo mínimo de contribuição para se aposentar pelo regime geral ao atingir 65 anos, ele continuará recebendo R$ 400 até completar 70 anos.

A partir dos 70 anos passaria a receber um salário mínimo.

“Se ele conseguir se aposentar, sai da assistência e vai para a Previdência. Se não, aos 70 anos passa a ganhar um salário mínimo”, afirmou o secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolin.

O secretário explicou ainda que o valor de R$ 400 estará indexado à inflação, ou seja, será reajustado pela inflação.

R$ 1.045 é novo piso do INSS em 2020

DA REDAÇÃO.

Continue lendo

Economia

INSS vai liberar dinheiro atrasados para segurados da revisão do artigo 29 l Veja se você tem direito

Publicado

Em todo o país, milhares segurados do INSS que tiveram erros de cálculos nos benefícios concedidos entre abril de 2002 e agosto de 2009, vão receber bilhões de reais em valores atrasados. Será que você ou algum familiar tem direito?

Ao todo, sete lotes de pagamentos da Revisão do Artigo 29 já foram liberados. O oitavo lote para saques deve sair em maio de 2020. O INSS faz o pagamento automático da revisão, motivo pelo qual os segurados começaram a receber cartas com data e valores que seriam pagos, conforme o calendário de depósitos do INSS, muitos com previsão de receber até 2022.

Assim segurado, caso tenha recebido essa carta com o valor ou não sabe se está coberto para o pagamento ou se tem direito a revisão, procure um advogado de sua confiança para analisar o valor correto e o seu caso.

A Revisão do Artigo 29 ganhou força após incontáveis ações judiciais, que resultaram em um acordo, que previu um cronograma de pagamentos, com prioridade aos mais idosos.

Valor dos pagamentos

As diferenças devem ser pagas para beneficiários que possuem benefícios ativos e com valores a receber entre R$ 6 mil a R$ 20 mil. Mas o INSS ainda deve informar valores atualizados de 2020.

Quem tem direito?

Quem teve benefício concedido entre abril de 2002 e agosto de 2009 e cujo cálculo do valor da renda inicial foi calculado pela média das contribuições, mas sem excluir as 20% menores, o que reduziu o benefício.

Quais tipos de benefícios são contemplados?

  • benefícios de pensão por morte.
  • auxílio doença previdenciário.
  • aposentadoria por invalidez.
  • auxílio acidente previdenciário.
  • auxílio doença por acidente de trabalho.
  • aposentadoria por invalidez por acidente de trabalho.
  • auxílio doença por acidente de trabalho
  • auxílio acidente.
  • pensão por morte por acidente de trabalho.
Veja Também:  Residencial Padre Lothar l Cooperativa Sicoob realiza ação junto à comunidade visando aproximação com a população.

O próximo pagamento está previsto para maio de 2020, confira mais informações na central de atendimento do INSS através do telefone 135 ou pelo portal eletrônico da Previdência Social.

Familiares de falecidos podem receber

Herdeiros dos segurados falecidos também podem receber, mas desde que o benefício originário tenha gerado pensão por morte, esses créditos serão liberados em julho próximo.

É possível solicitar Antecipação de Pagamento da Revisão do Art. 29?

Sim! Alguns beneficiários do INSS têm direito a antecipação do pagamento do valor. São eles:

  • – Beneficiário do INSS portador de neoplasia maligna, HIV ou doenças terminais.
  • – Dependentes do segurado, desde que também sejam portadores de neoplasia maligna, HIV ou doenças terminais.

Quem pode fazer o pedido dessa revisão?

Os pedidos precisam antes ser feitos no INSS, como já foi definido pelo Supremo.

Para o advogado Rômulo Saraiva, alguns pedidos saem bem mais rápido no posto, como a solicitação de revisão para reafirmar a DER (Data de Entrada do Requerimento) ou revisão do artigo 29 (dos auxílios).

Veja como fazer cada pedido

1) Acesse o site meu.inss.gov.br

2) Escolha a opção “Agendamentos/Requerimentos”, do lado esquerdo.

3) Clique em “Novo requerimento”.

* Digite a palavra “revisão” ou “requerimento” na busca e selecione o serviço correspondente, por exemplo, “Revisão – Atendimento a distância”.

  • Se for o primeiro acesso, será necessário fazer um cadastro.
  • Para quem já tem acesso, o site irá pedir a autorização para uso de dados do segurado. É preciso autorizar para prosseguir.
Veja Também:  Bolsa Família pode subir de R$ 130 para R$ 400 com Bolsonaro

Digitalização

  • Se quiser, é possível enviar documentos pela internet ao INSS, na hora do pedido.
  • O instituto recomenda o seguinte padrão: formato PDF, colorido 24 bits e qualidade 150 DPI em um arquivo único.
  • O tamanho de cada arquivo não pode passar de 5 MB e a soma dos tamanhos dos arquivos anexados não pode passar de 50 MB.

Tenha certeza

Ao protocolar o pedido de revisão, todo o benefício será revisto. Isso pode fazer com que a renda diminua ou que haja corte do benefício, se o INSS entender que é necessário. Por isso, é preciso estudar bem o caso e, se for preciso, procurar um especialista.

Atendimento no INSS

  • Não é mais possível fazer o pedido diretamente na agência.
  • No entanto, se for preciso, o segurado poderá ser chamado pelo INSS para comprovar alguma informação.
  • Cabe ao instituto entrar em contato para avisar e agendar o atendimento.

Pelos Correios

  • O cidadão também pode pedir um recurso pelos Correios.
  • Neste caso, será necessário mandar cópias autenticadas de todos os documentos.
  • Em www.inss.gov.br/servicos-do-inss/recurso/ há dois formulários para preencher e enviar pelos Correios.

Juntas e câmaras de julgamento

  • Escolha o documento indicado para ir à Junta de Recursos, se for a primeira vez que recorre.
  • Se tiver recorrendo de uma negativa pela segunda vez, escolha o formulário que deve ir à Câmara de Julgamento.

Fonte: Com informações da Ferri Advocacia/ Folha Uol e Reportagem do SIMÕES FILHO ONLINE

Continue lendo

Economia

Residencial Padre Lothar l Cooperativa Sicoob realiza ação junto à comunidade visando aproximação com a população.

Publicado

Na manhã deste sábado (25), a cooperativa de crédito Sicoob Rondonópolis, realizou uma ação no Residencial Padre Lothar com o objetivo de interagir com a população da região bem como apresentar produtos e serviços oferecidos pela instituição, colaboradores da cooperativa puderam passar informações aos comerciantes da região bem como aos moradores que ali compareceram, acerca dos serviços oferecidos falando ainda sobre o sistema de associados, depoimentos de colaboradores com história de sucesso e crescimento profissional e pessoal também foi destaque na palestra, bem como um dos mais importantes depoimentos vindo de um dos cooperados e empresário da região, Eduardo Augusto, proprietário da Sucesso material de construção e principal articulador da ação do Sicoob na região. A cooperativa através de sua assessoria informou que dentro em breve estará instalando uma agência na região que deverá ter como endereço a Avenida Rio Branca no Jardim tropical. Estiveram presentes na ação além de comerciantes da região, lideranças comunitárias dos bairros adjacentes, e vários populares.

Veja Também:  INSS vai liberar dinheiro atrasados para segurados da revisão do artigo 29 l Veja se você tem direito

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana