conecte-se conosco


Carros

Yamaha lança linha 2021 do modelo com apelo aventureiro Tracer 9 GT

Publicado


source
Yamaha
Divulgação

Yamaha Tracer 9 GT: aventureira sofisticada tem suspensão regulável. aquecimento no guidão, e diversos dispositivos eletrônicos de série

A Yamaha revela as primeiras fotos e detalhes da linha 2021 da Tracer 9 GT, o modelo com apelo aventureiro rival da Triumph 900 GT e companhia. Entre as novidades, destaca-se o pacote de equipamentos eletrônicos para ajudar em qualquer tipo de terreno, entre os quais o seletor do modo de condução com seis posições diferentes.

Além disso, a Yamaha Tracer 9 GT conta com controle de tração, ABS, suspensão controlada eletronicamente, entre outros. O motor é de três cilindros, de 890 cc, o mesmo que vem na MT-09 , mas com novo ajuste que leva a potência a 115 cv e a 9,4 kgfm de torque máximo. Ainda no conjunto mecânico, há o câmbio de seis marchas.

Veja Também:  SUV Nissan Magnite estreia na Índia com motor e preço de Renault Kwid

A Yamaha Tracer 9 GT da linha 2021 também tem uma nova estrutura leve, feita de alumínio, que conta com regulagem de altura em duas posições para variar o vão livre do solo. Além disso, itens como guidão e para-brisa também podem ser ajustados.

Sofisticada, a nova moto da Yamaha ainda vem com farol e lanternas que funcionam apenas com LED, luzes de esquina (para iluminar menor nas curvas), aquecimento no guidão e controle automático de velocidade de cruzeiro (“piloto automático”). Nos Estados Unidos, a Tracer 9 GT chega em abril de 2021. E não há previsão do modelo desembarcar o Brasil com o dólar nas alturas.

Fonte: IG CARROS

publicidade

Carros

O que há de novo no Android Auto 5.9 atualizado que chega em 2021

Publicado


source
Android
Divulgação

Android Auto atualizado deverá poder ser usado mesmo com o celular bloqueado nas centrais com pareamento sem fio

A versão atualizada do Android Auto 5.9 está prestes a estar disponível no Google Play Store, provavelmente no mês que vem. Não há informações oficiais do que haverá de novidade, mas de acordo com o site Autoevolution , uma das principais mudanças ficará por conta da melhor customização da tela do usuário, que terá opções extras.

Quem for usar aplicativo para navegação de terceiros também deverá notar algumas novidades. A versão atualizada do Android Auto 5.9 exibirá uma notificação de permissão para explicar que suas configurações não afetam a conta do Google ou os Serviços do Google.

Além disso, parece que o Google está trabalhando para permitir que usuários utilizem o Android Auto mesmo quando o celular estiver bloqueado, algo que ajuda bastante, principalmente para sistemas que funcionam com pareamento sem fio.

Veja Também:  O que há de novo no Android Auto 5.9 atualizado que chega em 2021

Ou seja, mesmo com o aparelho no bolso, será possível utilizar o Android Auto, no caso das centrais multimídia com espelhamento que dispensa cabos, algo que ainda está muito no início no Brasil, onde entre os modelos nacionais, pelo menos por enquanto, apenas a picape Fiat Strada tem disponível.

E ainda estamos no início das centrais que contam com conexão com a internet nativa . Entre os modelos nacionais, a GM está um pouco mais adiandada, porém, marcas como FCA e VW deverão apresentar novidades ao longo de 2021.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros

Japão deve proibir veículos a combustão a partir de 2030

Publicado


source

Carro Esporte Clube

Nissan Leaf
Thiago Ventura

Dentro de 10 anos, apenas modelos elétricos como o Nissan Leaf (acima) deverão poder ser vendidos no território japonês

O Japão pode proibir a venda de veículos novos movidos a gasolina em meados da década de 2030 para privilegiar veículos híbridos ou elétricos, informou a emissora pública NHK nesta quinta-feira (3), alinhando-se a outros países e regiões que estão impondo restrições a veículos dependentes de combustíveis fósseis.

Siga o Carro Esporte Clube no Instagram

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

A medida viria na esteira da promessa feita em outubro pelo primeiro-ministro, Yoshihide Suga, de fazer o Japão zerar a emissão de carbono até 2050 e tornar o país a segunda nação do G7, em pouco mais de duas semana, a estabelecer um prazo para eliminar gradualmente os veículos a gasolina.

O Ministério da Indústria japonês delineará um plano até o final do ano, disse o porta-voz chefe do governo, Katsunobu Kato , em entrevista coletiva nessa terça.

Veja Também:  Ducati Monster 2021 estreia novo chassi e motor mais potente

A probabilidade de intervenções estatais para reduzir as emissões de carbono está fomentando uma corrida tecnológica entre montadoras de veículos para a construção de carros elétricos e híbridos movidos a gasolina e eletricidade, para atrair motoristas à medida que eles trocam seus modelos a gasolina, particularmente nos dois maiores mercados automobilísticos do mundo, a China e os Estados Unidos.

LEIA TAMBÉM :

IPVA deve ser pago no estado em que o veículo circula, decide STF
Sua carteira venceu? Contran divulga prazo para renovar CNH vencida na pandemia
Seguro DPVAT: motorista pode ficar isento de cobrança nos próximos dois anos

As medidas, já em vigor no Japão, permitem às montadoras locais – especialmente as grandes, como a Toyota Motor Corp, que têm mais recursos para pesquisa e desenvolvimento – usar tecnologia de carros elétricos que já desenvolveram em casa.

No mês passado, o chefe de operações da Nissan Motor Co, Ashwani Gupta, disse à Reuters que sua empresa está disposta a reagir à decisão do Reino Unido, de acelerar uma data de substituição gradual de novos carros e vans a gasolina e diesel em cinco anos, ou para 2030, por isso ser parte de uma tendência global. (Agência Brasil/Reuters)

Veja Também:  Conheça serviços de terceirização que podem facilitar sua vida com o carro

O post Japão deve proibir veículos a combustão a partir de 2030 apareceu primeiro em Carro Esporte Clube .

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros

Royal Enfield Himalayan 2021 estreia com algumas melhorias

Publicado


source
Royal Enfield Himalayan 2021
Nelson Pituco

Royal Enfield Himalayan 2021: versátil também no uso urbano, segundo as impressões que tivemos no dia a dia


O que a Royal Enfield Himalayan 2021 tem de diferente da versão anterior, que foi lançada aqui há quase dois anos, pode ser listado em poucas linhas. Só que, conforme conta o fabricante, eram mesmo poucos itens que poderiam ser melhorados, a maioria deles sugeridos pelos próprios usuários do modelo.


Isso corrobora o fato de que aqueles que buscaram uma motocicleta robusta e acessível, sem as modernidades visuais e com um look de bigtrail dos anos 80, estão satisfeitos com a escolha pela  Royal Enfield Himalayan .

Mecanicamente, a Himalayan 2021 permanece a mesma, com sua versatilidade em estradas de asfalto e fora dela já demonstrada na ocasião de seu lançamento (veja aqui) , e agora foi a vez de passar uma semana com a nova versão apenas em uso urbano, o que, mais uma vez comprovou a sua versatilidade.

Royal Enfield Himalayan
Divulgação

As três novas cores da Royal Enfield Himalayan


Sem ser muito grande nem muito pequena, nem muito pesada, a Himalayan é uma boa pedida para o dia a dia, com grandes possibilidades também para o lazer nos fins de semana, no asfalto ou na terra. Principalmente na terra.

Veja Também:  IPVA 2021 da Ferrari F8 Tributo dá para comprar um SUV bem equipado

As novas cores são o que mais se destacam na Himalayan 2021. O branco e o preto, que dão um aspecto neutro para a motocicleta, continuam, mas as cores vermelha e azul proporcionam um visual mais alegre e jovial ao modelo. Alguns consideram, no entanto, que a Himalayan cinza, também uma nova cor, é a mais bonita.

O que a Himalayan 2021 traz de novidades, além das cores, é a possibilidade de desligamento do sistema antibloqueio ABS na roda traseira, por um botão no painel (com esse controle eletrônico desligado é mais fácil controlar a moto em uma trilha), um descanso lateral mais inclinado, permitindo estacionar a motocicleta de forma mais segura em pisos não planos.

Painel legalzinho com relógios analógicos e uma bússola
Divulgação

Painel legalzinho com relógios analógicos e uma bússola


Outra novidade é e a introdução do pisca-alerta. Só que esse item de segurança só pode ser acionado com a ignição ligada, o que inviabiliza deixar a motocicleta com a luz de emergência ligada enquanto se busca ajuda, no caso de pane.

A Royal Enfield Himalayan tem alguns pequenos detalhes bem interessantes, como o cavalete central (que toda trail deveria ter também) e a bússola no painel, que, por sinal, é bonito e bem recheado de funções. Pena que embaçou depois de uma chuva forte.

Veja Também:  Conheça serviços de terceirização que podem facilitar sua vida com o carro

O acréscimo de preço da nova Royal Enfield Himalayan em relação à versão anterior é de apenas R$ 400 (a 2020 custa R$ 18.990, o mesmo valor desde o lançamento, dois anos atrás). Já a linha 2021 do modelo custa R$ 19.390.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Links Úteis

Rondonópolis

Policial

Política MT

Entretenimento

Mais Lidas da Semana